Indicação: Natsume Yuujinchou



Olar minna, há quanto tempo heim? ( ̄▽ ̄)ノ

Hoje estou aqui só na coragem, porque a bad tá batendo de com força  ヽ(●゚´Д`゚●)ノ゚ , mas tenho fé que vou conseguir fazer esse post. Vai sair!

Faz um tempo que assisti Natsume, mas recentemente vi que lançaram uma nova temporada do anime e, por isso, vim falar com todo o amozinho do mundo da fofura que é esse anime  (づ ̄ ³ ̄)づ.

O anime conta a história de Natsume Takashi que é órfão desde muito jovem e que é passado de mão em mão por parentes por ser considerado um garoto bastante problemático ao dizer ver coisas que ninguém mais consegue ver. A verdade é que Natsume tem um dom herdado de sua avó Reiko que o permite ver ayakashis e youkais. Devido a esse dom Natsume é sempre perseguido por esses seres que, de uma ou forma ou de outra, estão sempre atrás de algo que ele tem, especialmente após descobrirem a herança que sua avó deixou para ele: o Livro dos Amigos.

O Livro dos Amigos se trata de um artefato mágico bastante valorizado no mundo do espíritos, pois quem o tiver em mãos terá o poder de controlar todos os espíritos que acabaram por escrever seus nomes lá, por isso, vários espíritos malignos perseguem Natsume atrás desse artefato. E é em uma dessas perseguições que Natsume acaba libertando acidentalmente Madara (mais conhecido como Nyanko-sensei), um espírito que havia sido selado em um santuário e que por estar preso há tanto tempo em uma forma material acaba geralmente assumindo a forma de um Maneki Neko, mas em situações de risco se transforma em uma impressionante raposa dai-yokai ~ e o motivo para eu ter começado a assistir o anime <3 ~. Após a tentativa infrutífera de Madara em roubar o Livro do Amigos de Natsume, ele faz um acordo com o mesmo: ele irá proteger Natsume até o dia em que   ele morrer e nesse momento Nastume entregará de boa vontade o Livro dos Amigos para Madara (contraditório, eu sei). 

Nastume foi adotado pela família Fujiwara, um casal de meia idade, que são parentes distantes dos seus pais e a quem Natsume ama muito e, por isso, tenta causar o mínimo de problemas possíveis, mesmo que a convivência  em uma pequena cidade do interior seja, por vezes, desafiadora para ele, principalmente por morar próximo a floresta. E por esse motivo Natsume toma a tarefa para si de devolver todos os nomes dos ayakashis e youkais que sua avó Reiko recolheu ao longo dos anos, tarefa essa que vive sendo recriminada por Madara, que se preocupa que quando Natsume morrer não terá mais nenhum nome no livro que ele possa usar.

Não se deixem enganar por essas transformações do Madara e.e
Quando assisti Natsume pela primeira vez, achei que ia se tratar de um anime estilo InuYasha, com essa transformação topzera do Madara, achei que iria ter muita ação, mas er, não. Não foi esse o caso, então desisti. Um tempo depois voltei a assistir sem esperar grande coisa e me surpreendi <3 Amei as historinhas cativantes de cada episódio e a lição que cada uma trazia. E, principalmente, me apaixonei pela calma e sensibilidade do Natsume #crush s2. E mais do que tudo, o anime tem uma aura de paz e tranquilidade que, muitas vezes, me fazia cochilar no meio de um episódio e, não porque era chato, mas tem uma trilha sonora tão calminha e fofa que as vezes era irresistível não tirar aquela sonequinha <3.

Nyanko-sensei e Natsume ♥
O anime teve seu fim (eu acho), mas deixa várias pontas soltas que provavelmente são melhor exploradas no mangá. E, apesar de ter tido quatro temporadas senti que a maior parte só serviu como enrolação já que eles poderiam ter usado tantos episódios para explorar melhor certos personagens, como o Madara e a sua relação com a avó de Natsume, Reiko, que vez ou outra acaba aparecendo por via de flashbacks e Madara parece ter sempre uma ou outra história para contar sobre ela.

Um curiosidade é que eu achei os traços do anime de Natsume Yuujinchou bastante parecidos com uma animação que havia visto há bastante tempo atrás e que também havia me emocionado muito chamada Hotaru no Mori e olha a minha surpresa quando descobri que a história foi baseada em uma one-shot do mesmo criador, Yuki Midorikawa! Esse cara tem o dom de fazer as pessoas chorarem </3. 

Só em falar em Natsume Yuujinchou já bate aquela saudades e a vontade de assitir de novo. É um anime antiguinho, então é provável que muitos já tenham assistido, mas é sempre bom trocar uma ideia sobre ele <3 E pra quem não assistiu, fica aí uma dica super fofis para colocar na listinha (๑・ω-)~♥”
Beijooos :*

fasezinha para deixar os abiguinhos motivados ♥





Daniele Costa

Sou uma viciada em livros e não me envergonho disso e o primeiro livro que comprei (e sim) foi Crepúsculo. Tenho 21 e seis gatos com nomes exóticos, amo livros, filmes, séries, animes, gatos, já falei livros? Enfim! Adoro romances, quase todos os meu livros são romances, e se você ainda estiver se perguntando, sim! Ainda sonho em encontrar meu sapo encantado, quer dizer, príncipe. Mas quem não sonha?

Nenhum comentário:

Postar um comentário

O Otome TeaTime agradece sua visita! Não se esqueça de deixar um comentário falando o que achou, nós respondemos os comentários sempre que possível.

Você pode usar as seguintes formatações sem os espaços:
< i > Texto < / i > - Itálico;
< b > Texto < / b > - Bold;
< a href="LINK"> Nome do link < / a > Links.

ありがとう! ♥