Tree of Savior [2nd Beta]: Minha experiência como beta tester


Hiieeeee~
Tudo bem com vocês? Primeiramente eu queria dizer que estou na ~*famigerada*~ rede social que veio derrubar o feices. Caso vocês tenham conta, me adicionem lá! ♡ http://www.tsu.co/usagiqueen ♡

Sobre o post de hoje... No dia 27 de Outubro o jogo citado anteriormente aqui no blog pela Paty abriu sua segunda fase beta. Geralmente considerado a continuação de Ragnarök Online (ignorando a bomba que é o Ragnarök 2), Tree of Savior é é um MMORPG baseado na cultura Lituana, o jogo mistura elementos novos e velhos. Com um pouco de sorte eu fui uma das escolhidas pra participar desse processo tão importante da criação desse jogo.


Após +60hs de jogo, uma build que eu tenho quase certeza que está errada e várias buscas no google pra saber quem dropa oquê, eu reuni minhas primeiras impressões acerca desse projeto que está incrível. Quer saber mais? Vem comeeego~ <3


Ok, mas o que é um beta tester? O beta tester é uma pessoa que testa a versão não finalizada do jogo pra garantir que a sua versão final não tenha grandes bugs ou problemas. Ele experimenta o jogo e relata pra equipe de desenvolvimento o que ele achou num geral e principalmente se encontrou problemas relacionados a gráfico, jogabilidade etc
Hoje em dia não é algo fora de comum que os desenvolvedores de games, principalmente das empresas indies, distribuam cópias da versão beta do jogo afim de aprimorar o resultado final do game. Eu mesma já participei do beta de vários jogos, mais recentemente de Devil's Bluff, um jogo indie super bonitinho e bem divertido. (;

Pra quem ainda não ouviu falar de Tree of Savior, ele é um jogo que está sendo desenvolvido pelo Kim Hakkyu, criador do jogo Ragnrök Online e tradicionalmente chamado de "pai dos jogos onlines coreanos". Ragnarök, assim como TOS (Tree of Savior), era um MMORPG e fez bastante sucesso aqui no Brasil. Eu mesma passei muitas e muitas horas em servers oficiais e privados jogando.

pra lembrar quenhe ragnarök
Naquela época o público demonstrava um interesse muito grande em ver um jogo igual a Ragnarök só que em 3D. Essa suposta continuação demorou a sair e hoje em dia ele está disponível na steam, porém não fez muito sucesso. Pessoalmente acredito que isso tenha acontecido por que o jogo demorou demais a sair e outros jogos com a mesma mecânica e visual saíram, o que meio que divergiu a atenção dos jogadores, além do fato natural de que muitos players simplesmente encontraram outros jogos pra se dedicar. No meu caso Grand Chase, mas enfim.

Mas então por que depois de tudo isso eles estão voltando às raízes e trazendo novamente um MMORPG com o mesmo visual de Ragnarök Online? Tree of Savior, até onde eu consegui jogar, mistura elementos do seu antecessor e adiciona novas ferramentas, jogabilidade e perspectiva à antiga receita de sucesso de RO. Com 5 dias de server, eu consegui acumular 60 horas de jogo e observar várias coisas legais sobre o jogo que está por vir.

 Características

 A tela de seleção dos personagens

A tela de seleção inicialmente te dá a chance de criar até 5 personagens. Ele tem esse visual fofinho de cabana, com camas, mesa e cadeiras onde você pode visualizar seus personagens. A cabana pode ser modificada, aumentando a quantidade de personagens que você pode criar e também mudando a aparência dela. Bem fofo né?

clique na imagem para ampliar
Na tela de seleção você tem que escolher um "sobrenome", esse nome vai ficar depois do nome de cada um dos personagens e sempre que você falar no chat, as pessoas vão ver seu sobrenome. Esse sistema é interessante por que ajuda a identificar os players, independente do personagem que essa pessoa esteja usando.

 Movimentação

A câmera em si não se move, como por exemplo no RO que você podia girar a câmera 360, não sei se vão adicionar essa funcionalidade.
A grande diferença fica pelos controles. A movimentação é feita pelos botões direcionais e atacar fica no Z. (sdds Grand Chase inclusive) Você ainda pode se movimentar na diagonal e pular e existem alguns objetos no mapa que você pode subir.


 As classes

O grande hype de TOS e uma das primeiras notícias sobre o jogo (lááá em 2013) era que o jogo teria o total de OITENTA classes. Sim, 80. A lista das classes reveladas até agora aqui.
Logo na criação de personagem você já escolhe uma classe e a partir daí você tem muitas opções pra montar sua própria build. Ao chegar no nível 15 de classe você pode continuar na sua classe inicial ou evoluir pra outra. Ao continuar, você se torna "rank 2" dessa classe e libera novas skills. Cada classe tem o total 3 ranks. E além disso, você pode aprimorar suas skills, comprando melhorias com a própria moeda do jogo, adicionando dano ou efeitos a elas.

clique na imagem para ampliar
Eu gostei muito desse sistema de classes, por que dá muita liberdade para criar nossa própria build e combos específicos. E embora inicialmente pareça confuso, ele é na verdade muito intuitivo e simples de acompanhar. Nessa fase de beta ainda estamos contando com um item específico que reseta a build.
Que diga-se de passagem, não tem mais o atributo AGI, que existia no RO. O AGI era um atributo importante por que manipulava a esquiva e a velocidade em que o personagem atacava. A esquiva foi passada para o atributo de DEX e a AGI simplesmente sumiu. Pessoalmente, isso me incomoda por que eu estou jogando com uma classe derivada de arqueira e eu sinto muita falta da tradicional velocidade de ataque dos arqueiros.

Também existe outro problema que vem me incomodando desde que eu atingi um nível mais alto que é: a classe de espadashins é incrívelmente forte e sai stompando qualquer coisa no mapa enquanto a minha classe, arqueiro, tem uma certa dificuldade em matar monstros. Quase meu dano todo está concentrado nas skills e com os cooldowns em 10s, eu acabo demorando demais pra matar um mob que seja. Isso tá sendo comentado no reddit atualmente aqui.

 Quests

Dentro de TOS, desde o começo do jogo você tem acesso a várias quests que te ajudam a upar e a conhecer melhor a história do jogo. A tradução ainda não está perfeita, lembrando que o jogo originalmente é coreano, mas é bem tranquilo de entender o que está acontecendo e o que deve ser feito. O que mais me agradou nesse sistema de quests é que ao finalizar uma quest, você tem a opção de se teleportar até o npc para pegar os rewards. Isso agiliza um pouco o processo de fazer quests e evita que você fique saturado de ficar passeando pelos mapas, o que acontecia muito no RO, por exemplo.
Além disso, você pode fazer essas quests em grupo pra terminá-las mais rápido.


O mapa também te mostra a localização do próximo passo da quest, eliminando todo o trabalho de ficar rodando que nem beyblade pelo mapa sem saber pra onde ir.


 Boss Battles

Algumas quests exigem que você lute contra um boss. Essas quests podem ser feitas em grupo ou solo. E eu percebi que ao fazer a luta em grupo, a dificuldade do boss é alterada para acompanhar os membros do grupo. Sendo assim, NADA DE BOSS BATTLES SIMPLES!
É claro que o sistema ainda está sendo aprimorado, eu encontrei ao longo do caminho alguns boss que não me atacaram em momento nenhum, nem se mexeram. Houveram momentos em que uma skill do boss me jogou no ar e mesmo assim minha skill não foi cancelada. E momentos em que eu consegui subir nas costas do boss.

correndo do boss pq cada tapa é 1 game over
Eu ainda não sei o quanto gosto dessa batalhas, por que algumas demoraram demais pra solar. Embora seja divertido, talvez seja interessante não forçar o player a ficar TANTO tempo concentrado em uma única batalha. Mas achei interessante que a maioria esmagadora dos boss dropa itens úteis como armas e armaduras (ou receitas delas), cartas, itens de aprimoramento e etc.
Outro ponto que eu percebi é que quando você morre, você tem a opção de reviver ali mesmo e continuar o boss. O problema é que isso custa 1 icoin (que eu imagino que vai ser a moeda de cash do jogo).

 Cartas e gemas

As cartas tem uma função diferente no jogo. Uma classe específica pode usar as cartas pra sumonar os boss. Elas não são exatamente raras, mas são colecionáveis e você pode melhorá-las. É possível jogar um card game com elas com outros jogadores! Mas não fica animadinha esperando um Yu-gi-oh! que também não é assim. O jogo consiste em comparar o número de estrelas, tamanho do nome e quantidade de pernas (SIM, VOCÊ LEU DIREITINHO). E quem ganhar fica com a carta. \o/ *BOOM*


As gemas suprem a função das cartas no antigo RO. Elas não são difíceis de dropar e cada uma tem um efeito diferente em cada um dos equipamentos. Você pode equipa-las fazendo um buraco no seu item no ferreiro. É possível combinar várias gemas pra conseguir melhores efeitos.

clique para ampliar
 Armazém

Ainda não descobri uma forma de passar meus itens de um char pra outro. Eu acredito que não exista como fazer isso também. Mas o jogo conta com um sistema de armazém que você pode depositar um item pagando um pequeno valor. É muito útil pra guardar alguns itens que você não vai usar naquele momento e está ocupando espaço no seu inventário. <3 sdds kafras <3

NÃO TÁ BUGADA HEIN GALERO (clique na imagem para ampliar)


 Durabilidade das armaduras

Os equipamentos e armas tem uma barra de durabilidade. Essa barra vai esvaziando a medida que você batalha com esses itens equipados e cai bastante quando você morre. Os itens perdem um pouco dos atributos quando estão abaixo de 10%. É possível restaurá-los no ferreiro, na cidade.

Eles também tem uma barra de potencial. A barra diminui quando você coloca sockets (o buraco pra colocar a gema) e quando você falha ao tentar refinar o equipamento. O potencial não pode ser restaurado.

Exemplo de item que precisa de reparo (clique na imagem para ampliar)


 Baús espalhados pelo mapa

TOS te motiva a explorar o mapa por inteiro colocando baús escondidos em vários mapas. Existem vários níveis de baús. O nível 1 não precisa de chave pra ser aberto e costuma ter itens mais simples. A partir do nível 2 você precisa de uma chave que dropa dos boss. Você pode encontrar headgears, armas e receitas nesses baús. São muito úteis.

imagem retirada do fórum

 Ranking e conquistas

TOS conta com um sistema de ranking em que tudo que você faz dentro do jogo te dá pontos. Explorar mapas, matar monstros, criar itens, fazer conquistas... No momento o ranking não faz nada de especial, mas é possível ganhar icoins ao completar novos níveis das categorias da janela de ranking. Os icoins só podem ser usados pra aumentar a quantidade de personagens da tela inicial do jogo, reviver num boss e comprar os itens pra resetar status.

clique para ampliar
 Bugs memoráveis

AH OS BUGS <3 Não seria um beta teste sem eles, né vdd?

Durante a minha experiência o primeiro bug que encontrei foi o bug do server. Ele começou no primeiro dia de beta test e durou até o dia seguinte, quando finalmente arrumaram o erro. Esse bug impedia que você logasse duas vezes no mesmo server. Você podia logar, jogar um pouco e daí decidir que ia fazer outra coisa e deslogar. Quando você tentasse entrar de novo no jogo, uma mensagem de erro com vários códigos aparecia e crashava o TOS.
Muitos usuários do reddit tentaram surgir com gambiarras temporárias para logar. Algumas funcionaram e outras não. Eu consegui me manter jogando durante esse bug abrindo o jogo em janela e clicando em fechar no momento em que o jogo estava logando.


Hoje um novo bug impedia você de logar no server, dizendo que os arquivos IPF estavam corrompidos.
Esse eu consegui arrumar fácil com ajuda dos meus amiguinhos do reddit. \o/
Deletei os supostos arquivos corrompidos e mandei a steam checar a integridade dos arquivos do jogo. Ela baixou de novo e tudo resolvido.


Além disso, vários NPCs e itens estão com descrições e textos bugados. Também existem relatos que o ferreiro que repara os itens está com os preços bugados e tá chegando a custar 10k pra arrumar um set de itens. SOS
Eu também tenho uma quest bugada que o item não responde quando eu ativo ele. Mas infelizmente não foi corrigido no patch de hoje.
SEGUE EM FRENTE TEM OTRAS QUEST

 Concluindo...

TOS até agora se mostrou um jogo incrível, porém precisa de vários ajustes antes de finalmente ser lançado. Principalmente em relação às classes. como disse anteriormente.

Está sendo muito legal fazer parte desse processo e de certa forma eu me lembrei de como gostava desse tipo de jogo, percebi que realmente senti falta de um MMORPG nesses moldes. Os visuais do jogo são bem bonitos e alguns mapas logo no começo me surpreenderam na atenção aos detalhes.
Está sendo muito confortável jogar, em parte por conta da movimentação pelo teclado. em parte por que as quests são dinâmicas e variam entre drop de itens, falar com npcs e boss fights.

O beta test está previsto para durar 1 mês.
Hoje (04/11), a equipe ToS liberou mais uma rodada de incrições pro beta. Caso você tenha interesse faça o login com facebook ou google+ em https://treeofsavior.com/ e clique no botão para se inscrever no beta. Boa sorte! <3


Enfim, essa é a minha experiência com Tree of Savior. Obrigada por ler até aqui!
Muitos beijos,
Eu criei uma conta naquele ~*famigerado*~ site 
que veio pra derrubar o feices, tsu.co pra postar
pequenas notícias e 
prévias de posts. Me segue lá! <3

Gleice F.

A.K.A うさぎQUEEN. 24 anos, estudante de Gestão Empresarial. Fã de mahou shoujo, rap e jogos indies.

3 comentários:

  1. Ahhh to muito ansiosa pra esse jogo!! *O*
    Eu adorava Ragnarok, foi meu primeiro MMORPG, e até agora nenhum outro conseguiu ser tão legal pra mim quanto ele. <3
    Eu perdi a primeira rodada de inscrições pro beta, então fiquei muito feliz quando anunciaram essa segunda. Me inscrevi ontem. :3
    Adorei seu post, bem explicadinho e deu mais vontade ainda de jogar!
    Beijos~

    http://armazem-otome.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Ah, que bom que gostou! Fico muito feliz! <3
      Espero que receba a key, apesar dos bugs, o jogo tá bem legal. Só não esquece de reportar os problemas que encontrar quando estiver jogando! :3

      Obrigada por comentar! <3

      Excluir
  2. Gostei da sua analise, sobre este excelente jogo.

    ResponderExcluir

O Otome TeaTime agradece sua visita! Não se esqueça de deixar um comentário falando o que achou, nós respondemos os comentários sempre que possível.

Você pode usar as seguintes formatações sem os espaços:
< i > Texto < / i > - Itálico;
< b > Texto < / b > - Bold;
< a href="LINK"> Nome do link < / a > Links.

ありがとう! ♥