Conhecendo os segredos da Secret Base: como é um Maid Café



Oi gente!

Finalmente to resolvendo minha vida, e decidi que toda sexta-feira eu postarei algo, mesmo que curtinho. Acho que pra uma blogueira, é importante demais ter esse tipo de organização, ou postar num dia fixo, ou postar toda semana. Claro que talvez alguma semana não dê pra eu fazer post, mas farei o possível pra sempre deixar uma atualizaçãozinha e fazer o coração da Usagi-chan feliz [-ai- ROMANCE] Light Pink Heart Bullet by Gasara
Mas vamos falar do que interessa nesse post. Eu fiz uma entrevista com a Cíntia Akemi, de maid para maid, a respeito do maid café que ela mesma tomou a iniciativa de criar! Vem com a gente <3


Bolei algumas perguntas para a Cíntia na semana passada e ela me respondeu bem rápido. Vamos acompanhar essa história de iniciativa que me surpreendeu bastante!


Parte da equipe do maid café Secret base!


FREE DOUGHNUT BORDER by Pomii


 
Nome fictício: Akemi Homura

 Por que resolveu criar o maid café, o que motivou sua iniciativa?
Akemi: Em 2013 começou como uma proposta de divulgação para a page Otomes secret base. Eu queria muito ser maid após assistir Kaichou wa maid-sama. Consegui um stand num evento e encomendei uns cupcakes. Com mais 3 integrantes da equipe, fizemos bombons e gelatina multicolorida. Nos vestimos de maids e foi ai que tudo começou. Mesmo com essa iniciativa muito simples, nós nos esforçamos de verdade e fomos reconhecidos pelo organizador dos grandes  e melhores eventos de Goiânia, Victor Lobo. Logo depois, graças a minha prima (Maid Chihaya) que decidiu gerenciar o Maid café Secret Base junto comigo, conseguimos mais um convite para um evento em outra cidade. Nos preparamos de verdade dessa vez, com decoração, variedade no cardápio, dança, mesas e simplesmente 20 membros na equipe. Todos conhecidos e amigos. Mesmo com muitos problemas e prejuízos nessa primeira edição, nós nos apaixonamos por esse projeto.

 Como são as atividades pré-evento (organização, arrumação, roupa , maquiagem, etc)?
Akemi: Nós arrumamos cargos importantes para as veteranas que mais se dispuseram a ajudar durantes as edições. Por exemplo, Maid Hotaru e Maid Nagisa são responsáveis pela decoração, seguindo uma linha das porpóstas que a Maid Chihaya escolhe para cada temática das edições que realizamos, como por exemplo: Valentines day ou Nekomimi Truck. Também temos a equipe de cozinha, que são nossa base estrutural, que faz tudo acontecer, que são a Maid Helo, Maid Leticia. Eu diria que minha função é mais voltada para equipe em geral, como por exemplo: treino de atendimento, dar dicas sobre os unifomes, ouvir as observações de cada membro, fazer as compras, divulgação, alugar mesas, anotar os prós e contras de cada edição para depois ser discutido em reuniões que acontecem 1 vez a cada mês, para que não aconteçam os mesmos erros.

 E antes do evento começar, como são os “bastidores”?
Akemi: Bastante estressante, agora menos porque a equipe tem 25 membros e a maioria tem sede em ajudar, trazendo a decoração pronta  um dia antes e ajudando na montagem da sala. Mas não tem como fugir da ansiedade, é algo muito importante para todos nós, infelizmente somos todos perfeccionistas e queremos sempre mostrar que podemos fazer melhor a cada edição. Então quando algo da errado, nós ficamos chateados, mas não temos tempo nem para reclamar, nos consolamos rapidamente e bola pra frente.

 Há quanto tempo o Secret base existe? 
Akemi: Desde 2013! Mas no total só fizemos 6 edições. Nosso máximo por ano são 3 edições, porque gostamos de estar inteiros naquilo que fazemos.

Parte da equipe do Secret Base! pt II

 Cite dois pontos negativos e dois pontos positivos de participar de um maid café.
Akemi: Me frustra muito quando a equipe não se une, não tomam a iniciativa de ajudar seja no que for, nem se interessam em entrosar com as outras integrantes. É muito chato os vínculos não fortalecerem nesses anos todos que passamos juntos. O segundo ponto negativo é a falta de conhecimento e interesse de investimento de muitos organizadores de eventos, querendo ou não o maid é uma forte atração na cultura pop japonesa, somos sempre muito elogiados e incentivados a continuar com esse projeto pelos nossos admiradores. É algo que tem que ter mais apoio dos organizadores e visibilidade nos eventos.
O primeiro ponto positivo pra maioria é experiencia única, por mais que dê muito trabalho, tem todo seu glamour por trás de todo uniforme fofo, decoração, comida, atendimento, fotos com os “mestres”. O segundo ponto, pessoalmente eu acho que é a variedade de uniforme, é uma marca nossa não usar uniforme fixo (por enquanto), eu tenho a tradição de nunca repetir uniforme,  e estou sempre buscando um outfit mais fofo que o outro!

 Dentro do evento, há assédio por parte do público?
Akemi: Sim, e nós não aceitamos. Quando isso acontece com alguma maid, nós cortamos o vínculo entre a maid que foi assediada com esse cliente X. E a partir desse momento eu ou a Maid Chihaya assumimos o resto do atendimento, fazendo questão da tolerância zero.

 Como vocês organizam o atendimento?
Akemi: Nos inspiramos no @Home café, o revezamento é o mesmo que vendedoras, seguindo uma ordem  por vez, de duas maids por mesa. Apresentamos cada prato do cardápio, anotamos o pedido e levamos a cozinha. Depois que o cliente come e prosa com a maid, oferecemos para se juntar no cantinho dos jogos, onde tem uma variedade divertida de jogos de tabuleiro, entre outros!

 É remunerado? Se sim, não é necessário falar a quantia. 
Akemi: Não exatamente. Cobramos uma taxa mínima de cada membro por mês sem devolução para as nossas necessidades que são as compras no super mercado e decoração. Mas no fim de cada edição, rola uma festinha com pizza a vontade por conta do maid, esse é um pagamento justo para quem ama fazer parte do maid café! Sempre usamos o exemplo de cosplay, você gasta horrores sem esperar um retorno financeiro, e sim prazeroso.

 Se houvesse a possibilidade, você consideraria trabalhar em um maid café como emprego ~de verdade~ (carteira assinada e todos os direitos trabalhistas)?
Akemi: Sendo sincera, só como hobbie, ou meio periodo mesmo, pois meu objetivo desde os 13 anos é o Teatro em si e atuação. Seria mais gratificante ter meu próprio maid, nem que fosse uma versão truck e pudesse unir essas duas profissões que eu amo tanto. É bom sonhar que isso talvez seja possível.

 Como é o relacionamento entre as maids?
Akemi: Agora temos muitas novatas e estão tendo a oportunidade de compartilhar todo tipo de interesse relacionado com as veteranas mais antigas. Isso esta sendo ótimo, pois uma grande parte da equipe esta falando a mesma linguagem e se identificando, durante o processo a maioria são todos parceiros.

 O que vocês costumam servir no maid café?
Akemi: Nosso cardápio possui o famoso parfait, feitos especialmente pela maid Chihaya, os tradicionais cupcakes feitos pela maid Leticia, onigiri de salmão, torta de frango, donuts, crepes, cappuccino, café, chá, freezie, entre outras coisas, pois sempre estamos atualizando o cardápio!

 Espaço livre pra você falar o que quiser.
Akemi: Venham todos conhecerem um dia nosso maid café Secret Base, estarei esperando junto com a equipe!

FREE DOUGHNUT BORDER by Pomii

Então gente! A Cíntia é uma fofa e pela entrevista notei que ela se esforça e se entrega de corpo e alma no projeto que ela mesma tomou iniciativa. Sobre a falta de reconhecimento, é inevitável, infelizmente os eventos acabam negligenciando certas áreas de atendimento e entretenimento como o maid café, e eu sei disso porque, como maid, também já sofri muito com isso, organizadores do próprio evento incentivando atitudes como essa para com as meninas do maid café. Requer esforço, dedicação e muita força de vontade e ajuda para manter um estabelecimento como o maid, e conhecer uma pessoa que organizou e se motivou sozinha a criar um e que hoje conta com uma equipe grande, é muito admirador e incrível. Parabéns, Cíntia! que você possa realizar todos os seus sonhos, e diante dessa sua atitude de fazer o que gosta, com certeza irá. Muito obrigada pela entrevista! Nós do otome tea time agradecemos de coração!
Bye bye pessoal! Espero que tenham gostado do post!

Rayane

Me chamo Rayane, sou estudante de Fisioterapia e Japonês. Adoro cozinhar, fotografar, viajar e desenhar. Tenho 20 anos e sou viciada em jogar Pokémon, cultura japonesa e coisas fofas. Bem vindo!

3 comentários:

  1. Eu gostaria de ir a algum evento que tenha um Maid Café ♥ Ainda não fui em nenhum, mas deve ser meio mágico também >u< Também deve ser uma experiência bem legal trabalhar em um, apesar de que eu acho que não seria tão boa para isso.
    Adorei o post *u*
    Kissus
    Yuurei Neko

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Ah, é bem legal! eu digo por experiência própria HAHAHA já até participei de um por uns anos. E não se preocupe que tem (ou deve) um treinamento antes :3
      beijos!

      Excluir
  2. já tive o prazer de conhecer essa equipe maravilhosa de pertinho em um evento aqui em Goiânia!

    ResponderExcluir

O Otome TeaTime agradece sua visita! Não se esqueça de deixar um comentário falando o que achou, nós respondemos os comentários sempre que possível.

Você pode usar as seguintes formatações sem os espaços:
< i > Texto < / i > - Itálico;
< b > Texto < / b > - Bold;
< a href="LINK"> Nome do link < / a > Links.

ありがとう! ♥