Vale a pena?: Junketsu no Maria & The Rolling Girls


Dando continuidade aquilo que eu falei semana passada, eu vou terminar de analisar os animes que eu citei nesse post aqui antes de seguir para a temporada atual. Tenham paciência que eu sou lenta pra fazer os posts. u _ u

Also eu tenho assistido 2 Broke Girls demais e......
Enfim, eu resolvi separar em duas partes os animes por que eu tentei ser resumida e não consegui. Aparentemente eu sou a Miss Fame desse blog.

Esses dois animes foram minhas apostas da temporada. Needless to say que eu fiquei muito mais apaixonada por Binan Koukou e Assassination Classroom que esses. AHAHA
Enfim, vem ver o que eu tenho pra dizer deles. <3
image Junketsu no Maria 


O anime começa com uma senhora e uma criança indo visitar a casa de uma bruxa que descobrimos mais tarde ser a Maria. Ela se esforça pra parecer assustadora aos olhos das duas, mantendo tudo escuro e fazendo uma voz esquisita.

Nesse meio a gente é apresentado ao primeiro pilar da história do anime, a Igreja. A menina cita que o padre comentou que bruxas são terríveis e corruptas e a Maria explica que não é bem assim. A menina conta também que seu pai está indo pra guerra e por isso ela gostaria de se tornar uma bruxa, pra tomar conta dele.


Maria explica que é impossível aprender magia, mas que ela vai tomar conta do pai da menina. Nesse momento a Ártemis chega, acende a luz e acaba revelando o disfarce da Maria, que é apenas uma jovem. Ela reclama que o disfarce é para que as pessoas mantenham o devido respeito a ela. Artemis é uma succubus, aliás.
Aparentemente bruxas usam succubus para intervir nas guerras. Ironicamente, a Maria parece não entender como a Artemis age, por isso ela parece extremamente confusa em relação ao fato de que ela está com o maxilar dolorido.


Maria.... MIGA.... VAM BORA VAI



Enfim, depois dessa conversa agradabilíssima com o feat. da querida Lu Schieviangel, Maria vai pra fora e encontra um mensageiro que não ficou muito claro exatamente se eles são próximos ou não. Aí o segundo pilar da história do anime é apresentada. A Maria só intervém nas guerras por que não gosta delas acontecendo na frente dela, isso não tá ligado a nenhuma aliança ou crença.


Com isso, o mensageiro conta que foi chamado pra ir pra guerra e a cu mole da Maria fica meio "e eu com isso queridan???"
E apesar do tapa na cara que ele tomou, ela diz que preferia vê-la todos os dias ao invés de ir pra guerra. AÍ SIM A QUENGA DEMONSTRA ALGUMA EMOÇÃO E SE PREOCUPA COM ELE. Aí ele se derrete todo e beija a mão dela.


Ela fica morta feat. enterrada. feat nicki minaj com a atitude dele. E ele vai embora. Assim que o gatinio vira as costas ela dá uma cafungada no suvaco e percebe que tá faltando 1 rexona, e por isso ela vai tomar um banho especial, 1 banho gostoso 1 banho relaxante


Enquanto isso nós conhecemos um pouquinho mais da família da menininha do começo do episódio. O pai dela realmente vai para a guerra, então ela confecciona uma pulseira pra protegê-lo. Durante um diálogo específico eles comentam sobre como Maria não é bem vista pela Igreja, que ela é uma pessoa herege etc
Aí obviamente por que tava demorando pra aparecer 1 fanservice (afinal esse anime é um seinen +17), Maria aparece nessa cena que obviamente é muito necessária


A Ártemis chega pra ela e pergunta se ela não vai fazer nada a respeito da guerra que o pai da menininha e o mensageiro vão. Ela mais simpática que eu quando tô dormindo fala que vai ver o que vai fazer a respeito e que se algo acontecer é só eles trazerem o pai da menina que ela faz um remédio pra ele.
OU SEJA   

Enquanto isso no campo de batalha as outras bruxas tão mais amontoada que a galera esperando o Magazine Luiza abrir no dia da liquidação


Aí elas ficam discutindo sobre o dinheiro que vão ganhar sobre isso e eu não entendi essa parte muito bem migas, sorry.
Aí nós vemos o mensageiro de mais cedo e o pai da menininha que se encontram e se ajudam quando um tropeça no outro.

A batalha começa e eles percebem que THE SHIT IS REAL, o negócio no campo de batalha tava mais feio que Gilette cantando que não quer um homem de pinto pequeno no programa da Xuxa.
E quando a gente acha que o senhorzinho e o mensageiro vão tomar na sambica e morrer a Maria chega voando mais alto que Snoop Dogg no dia 04/20.



Aí ela chegou e conjurou um dragão negro de olhos vermelhos (??????) que chegou jogando fogo no campo de batalha, fazendo todo mundo correr e dispersando a batalha.



Na verdade ele é azul, mas não queria perder a piada, sabe?
Aí a Artemis aproveita pra perguntar o que tudo mundo tá querendo saber. QUERIDAN VOCÊ NÃO IA VIGIAR A SITUAÇÃO DE LONGE????

Aí ela explica que tá revoltadíssima que o macho beijou a mão dela e foi pra guerra sendo que eles tinham prometido um pro outro continuar se vendo.
Aí vocês devem tar pensando nossa mas que merda, é só 1 beijo na mão, não quer dizer nada, mas lembrem-se gatas que o meu parâmetro de relacionamento se resume nesse tuíte:


E o episódio termina com a Artemis jogando um shade gostoso na sambica da Maria por ser uma herege extremamente puritana.

 Dropei?

Ainda não. Eu só tive tempo de ver dois episódios e eu dou a todos os animes pelo menos 3 episódios pra me chamar a atenção.

 Vale a pena?
Agora se vale a pena daí já é ooooutra pergunta. Baseada no primeiro episódio, eu diria que não. Foi morno e meio sem graça. Não cumpriu muito bem o papel de explicar bem a história por que eu tive que ver mais de uma vez pra tentar entender o que estava rolando.
Como se trata de um anime passado em outra época, em outro país, em um universo de magia, é importante colocar os pingos nos is logo no primeiro episódio.

Seria interessante se o anime tivesse uma pegada meio Bayonetta, em que a personagem principal é bem independente e badass, a Maria pra mim pareceu um pouco sem graça... beirando tsundere. Ou que tivesse uma coisa meio American Horror Story: Coven, mostrando o relacionamento entre as bruxas e tal... mas não parece que vai ser isso. Alguém aí assistiu o anime ou leu o mangá pra dar um norte pra gente aí nos comentários? :3



image The Rolling Girls 


O anime começa confuso pra caramba e sei lá, mal começou e já achei que tava perdida em alagoinha, quase que pedi crédito em prestado pra Oi pra twittar que estava perdida.
Mas parece que ele se passa num Japão utópico em que os distritos foram divididos e tornado-se "cidades independentes". E aparentemente rola um certo conflito entre eles, sendo assim cada cidade tem uma equipe representante que a defende.

O que também não explica muita coisa. Sobre o plot né vdd migas? Porém devo aplaudir a inserção desnecessária de uns robôs no fundo por no reason at all


E aí a gente é jogado no meio de um conflito entre grupos que mais parece o fandom de RuPaul's Drag Race #TeamPearl vs #TeamMax por que obviamente um grupo está butthurt com uma perda e quer ver sangue e o outro só quer conversar e resolver tudo numa boa e ser amiguinhaaaargh =^^=

Enfim, o conflito é entre essa moça cuja arma é UM ALTINETE GIGANTE

~*patrocínio pampers*~

*BOOM* 10/10 no conceito
E eu não tô sendo irônica
ou talvez eu esteja
Mas vamo combinar que atualmente os animes já fizeram pretty much everything quando se trata de armas né.

E esse bootleg do querido <3 Maskman <3 verde.


Obviamente que vocês não sabem quem é maskman e pra ser sincera nem eu sei direito, quando eu nasci já tinha parado de passar. PORÉM a abertura do programa inclui a japonesa maravilhosa <3 pulando do penhasco com uma explosão atrás <3 gostoso clichê de qualquer programa de ação da época e a japonesa maravilhosa 2 <3 dirigindo 1 kart com uma explosão atrás <3 muito girl power


O que me faz querer saber quando foi que passamos do padrão de música de abertura com véio-desfrutável-com-voz-máscula pra japonesa-genérica-com-voz-infantil-anasalada.
ENFIM, O ANIME. Segundo esse anime existem 2 tipos de pessoas, os ~melhores~ e o resto.
*BOOM*
onde foi que eu já vi esse conceito antes???? uma porrada de anime e binan koukou Não, não... nunca vi antes na minha vida. Que original! q


Enfim, enquanto elas ficam lá batendo na sambica uma da outra, a gente vê uma menina aleatória saindo da escola pra casa dela. Mais uma vez, SEM DICA NENHUMA DO QUE QUER DIZER
A música de fundo do começo do anime me dá um certo K-ON feelings btw.


Você vê que quando o anime não tem foco em ficar mostrando o coo da personagem principal até quando supostamente a saia dela tinha que levantar, ela não levanta. A personagem ainda sem nome tá pedalando pra casa DE SAIA e NADA ACONTESE FEIJOADA com a saia dela.
parabains anime <3


Ela chega em casa e encontra a mãe dela cozinhando. Aparentemente eles tem uma lojinha de takoyaki e outras coisinhas. Ela explica que entrou pra equipe de apoio do bootleg do Maskman (vai ter referência old sim, pois OTT também é cultura) e que a sua amiga também está na equipe. Ela vai encontrar com eles onde tá acontecendo a treta (AINDA......)



UM
ROBÔ G I G A N T E


não esse mas achei que tava poco old as referências

Eles fogem com medo. Fim da luta.

A Maccha Green tira a fantasia e vai atrás da amiga, a Nozomi (que eu acho que voou num momento aleatório da luta aí) elas conversam um pouco etc
Daí pra frente a gente percebe que a miga do alfinete ainda não desistiu de pegar a Maccha Green por que mais pra frente elas se encontrar num buteco e rola um clima competitivo de quem come o marmitex mais rápido.


Enquanto isso acontece, a equipe da Maccha Green sai pra um passeio surpresa que de uma forma meio irônica NINGUÉM SABE QUEM ORGANIZOU
Eles vão pra um parque andar de montanha russa e quando estão no brinquedo percebem que a equipe da Shigyo está lá também. O problema é que eles percebem tarde demais que estão numa armadilha. A montanha russa teve um pedaço destruído fazendo com que eles estejam sendo encaminhados pra uma queda pra sua morte *BOOM*


O anime termina assim nesse climão de novela das 21h sem explicar se eles vão se ferrar ou não. O encerramento é muito bonitinho.

 Dropei?
Não. Eu provavelmente te aconselharia ver pelo menos até o segundo episódio e ver se te agrada. pessoalmente, eu ainda quero saber se eles vão tomar na sambica (o que é óbvio que não, afinal a personagem principal tava no carrinho néan)

 Vale a pena?
Hm... O anime é bem bonito. Os personagens, os cenários, os backgrouds brilhosos são todos lindos e as cores são lindas. É muito agradável de ver. A história de background embora tenha sido apresentada que nem o coo, é bem interessante e eu fiquei meio intrigada com o lance de robôs gigantes que apareceu em background. O final do episódio deixa um suspense sobre o que vai acontecer e embora seja um truque velho usado em basicamente todo tipo de programa, funcionou bem pra mim. Eu acho que todo mundo devia dar uma chance pra esse anime assim como eu mesma vou.


É isso aí migas. Tentei resumir os animes (falhei sim, eu sei disso), prometo me esforçar mais da próxima vez.  -q
Semana que vem a gente vai falar de alguns outros animes e dessa temporada que está MA-RA-VI-LI-XO . <3
Aliás, ali no cantinho tem uma enquete nova, por favor votem com carinho! ~

Muitos beijos,



Quer mais? Clique aqui pra ver os outros posts do Vale a Pena! 

Gleice F.

A.K.A うさぎQUEEN. 24 anos, estudante de Gestão Empresarial. Fã de mahou shoujo, rap e jogos indies.

2 comentários:

  1. AMEI O POST LWKJETÇSOGISDJFH Eu gostei muito de Junketsu no Maria. Até que os dois últimos episódios chegaram. Sem querer dar spoiler porém já dando: eles cagaram o finalzinho ÇLAIJSDOAISJDF E eu tô criando coragem pra ver Rolling girls, pq eu vi só o primeiro episódio e fiquei deveras confusa. Parabainx pelo post usagicchi (´ω`♡)

    ResponderExcluir
  2. kkkkkkkkkk encantada aqui com o post! Muito legal mesmo *O*
    Vou ver se consigo assistir.

    http://meubaudeestrelas.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir

O Otome TeaTime agradece sua visita! Não se esqueça de deixar um comentário falando o que achou, nós respondemos os comentários sempre que possível.

Você pode usar as seguintes formatações sem os espaços:
< i > Texto < / i > - Itálico;
< b > Texto < / b > - Bold;
< a href="LINK"> Nome do link < / a > Links.

ありがとう! ♥