Projeto Liga das Otomes - Meu seriado favorito ~


Fomos convidadas para um projeto entre blogs, chamado Liga das Otomes, a cada duas semanas iremos postar um tema diferente sugerido por uma das autoras participantes. Essa semana estamos dando continuidade ao projeto. Você pode ver o post da semana passada, clicando aqui.

Olaaaar pessoal!~
Tô sumida pra caramba, né? Juro que vão ter mais posts meus essa semana. <3
Enfim, meu seriado favorito na verdade é Law and Order SVU, mas eu acho que esse é o seriado bastante pesado pra ser comentado aqui no blog, e eu provavelmente ia me perder falando do quanto eu gosto da Olivia e do Fin (e do Dr. Huang, e da Warner, e do Rafael Barba e... *continua por 2hs) sendo assim, eu resolvi falar do meu programa favorito, que teoricamente não é um seriado e sim um Reality Show. Mas eu acho que é um programa incrível e que todo mundo devia dar uma chance!



RU. PAUL'S. DRAG. RACE.

*BOOM*


Enfim, minha primeira experiência com RuPaul's foi em 2009 pra 2010, quando eu ainda tinha acesso ao canal VH1. O programa aqui no Brasil se chamava A Corrida das Loucas e estava na sua primeira temporada!
Eu me apaixonei logo de cara. Na época, eu nem fazia ideia de quem era RuPaul. Hoje em dia, ele é uma das minhas celebridades favoritas!

Aí vocês me perguntam, o que é esse programa afinal? Eu diria que é um America's Next Top Model com drag queens.





Pra quem aí mora numa caverna e não sabe o que é uma drag queen:



Drag queen é um homem que se veste de mulher com a finalidade de entreter pessoas.

Muita gente confunde drag com travestis, então é importante frisar que drags são artistas, pessoas que normalmente trabalham em boates e que fazem apresentações com a finalidade de se divertir, entreter as pessoas e eventualmente ganhar um dinheirinho.
A verdade é que RuPaul's Drag Race introduziu o conceito de drag queens pro mundo, inclusive pra mim. Antes de ver o programa, eu não tinha muita noção do que era essa arte.

De qualquer forma, LET'S HAVE A KI KI 

Em 2 de Fevereiro de 2008, o programa estreou sua primeira temporada. Consistia na busca da próxima drag super star. <3
Atualmente temos 6 temporadas, com a próxima estreando agora no dia 2 de Março. Basicamente, o programa tem 4 partes específicas.


 O mini-challenge:
É um desafio curtinho feito na sala de criação mesmo. Os desafios podem ser de criar um look básico rapidamente, uma maquiagem, ou uma dublagem de música ou até mesmo ver quem é a drag mais lacradora, gongando as outras. Meus mini chanllenges favoritos até então são o Bitch Fest, onde cada competidora pega um boneco e caracteriza como uma das outras competidoras e faz uma imitação engraçada dela e o Reading is Fundamental, onde elas se alinham e cada uma tem a chance de gongar cada uma das competidoras. É bem engraçado e todas levam na brincadeira (algumas não cofcof), mas é muito divertido de assistir. Aqui uma compilação de todas as gongadas, sem legenda. <3




 O desafio principal:
O desafio principal envolve as mais variadas coisas, pode ser um desafio de costura, onde elas tem que criar um look temático com materiais fornecidos pelo programa, ou um desafio de atuar, cantar e dançar. É muito legal por que elas tem algumas poucas horas pra surgir com algo e é incrível ver como elas conseguem surgir com coisas incríveis apesar da pressão, do drama e do pouco tempo!

Meu desafio favorito é o Snatch Game, um pequeno quiz em que cada uma das competidoras tem que imitar uma celebridade (e ser engraçada). Muitas imitações legais surgiram desse desafio e algumas vezes nós percebemos o quanto alguém pode ser engraçado mesmo fazendo a imitação de um personagem que sequer conhecemos! 
Até hoje minhas imitações favoritas foram:

 Chad Michaels como CHER

 Alaska como Lady Bunny

Bianca Del Rio como Judge Judy

 O desfile na runway:
Algumas vezes faz parte do desafio principal, mas geralmente costuma ser um complemento. Algumas vezes temático o desfile mostra a personalidade e o gosto das drags. É uma das partes mais legais, principalmente quando você sabe que alguns dos modelitos não foram trazidos de casa e sim produzidos lá mesmo no programa! <3
Aqui, alguns dos meus looks favoritos:



Alaska Thunderfuck

April Carrion

Bianca Del Rio

Jinkx Monsoon

Milk

 O lipsync (FOR YOUR LIFE)

No momento da eliminação, as duas drags que foram pior no desafio principal e na runway tem que fazer a dublagem de uma música escolhida pelo pessoal do programa pra decidir quem vai ficar. <3
Essa parte sempre mostra o melhor das drags e é muito legal de assistir.






E além de tudo isso, ainda temos um programa adicional de 20 minutos das drags entornando muita jurupinga e arrancando as perucas no backstage. AHAHAH <3 Esse programa-bônus é chamado Untucked e é muuuito divertido e sempre ajuda a dar uma noção melhor do que acontece no programa. ALÉM DE TRETAS, MUITAS TRETAS. <3 <3 <3


AS LEGENDAS MARAVILHOSAS DESSE VÍDEO <3 <3 <3

Mas RuPaul's Drag Race não é só babado e confusão. Tem também muitas histórias de cortar o coração e muita coisa que te faz refletir sobre a sua própria vida. Esse é um dos motivos pelo qual eu gosto do programa também. São pessoas reais. Apesar de todas as roupas, maquiagem e a edição do programa, você percebe a REALNESS dos participantes. 


Eu gostaria que as pessoas soubessem que é normal cometer erros, que é normal cair. Levante. Fique maravilhosa, e façam eles ENGOLIREM.

A Ongina, participante da primeira temporada assumiu ter HIV, foi um momento muito tocante do programa e que eu tenho certeza que inspirou muitas pessoas a falarem a respeito também.
Também tivemos casos de pessoas que estavam em transição, começando o procedimento para virar mulher, como o caso da Monica Beverly Hillz, que após entrar no programa confessou que estava tomando remédios para se transformar numa mulher.


Eu acho interessante esse tipo de coisa por que cria um ambiente propício para discutir a respeito desses assuntos, que muitas vezes ficam deixados de lado. São assuntos delicados que muita gente não tem coragem de falar e ter essas pessoas reais falando sobre eles na TV apoia as pessoas aqui do mundo real a se abrirem com sua família e amigos. Obviamente, não é um programa perfeito. Tem várias coisas problemáticas sobre ele, mas que eu gostaria de deixá-las de lado nesse post.

Não importa de onde você veio, qual é a sua cor, qual o seu tamanho... seja o melhor que você pode ser.

Depois que eu comecei a ver o programa, eu me senti mais segura pra ser eu mesma, pra experimentar usar salto alto, ousar mais na maquiagem, no meu cabelo...
A verdade é que você tem que ser muito corajoso pra usar saltos e batom e sair na rua, a sociedade é muito crítica e muitas vezes faz você se sentir menos do que é. Por isso eu recomendo RuPaul's Drag Race pra todas as minhas amigas, por que quando você conhece e ouve as histórias desses homens que se atrevem a ser mulheres, você se sente forte e corajosa. A vida é muito curta pra nos escondermos.



Enfim, tem mais fã de Drag Race aqui no blog? <3

Espero que sim.

Muitos beijos, 




Confira os outros posts dos blogs participantes:

Gleice F.

A.K.A うさぎQUEEN. 24 anos, estudante de Gestão Empresarial. Fã de mahou shoujo, rap e jogos indies.

5 comentários:

  1. Gente, eu adoro a Rupaul, sério. O programa dela é divoso demais hahsuashuas. Uma vez vi um desafio em que os pais dos competidores ia ajudar a montar os looks e foi tipo, lindo de se ver, e no final todos eles falavam que sentiam muito orgulho dos filhos, que eles eram super talentosos e tals, foi emocionante. Eu recomento e muito o programa dela :)

    http://minhaspalavrasoblog.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  2. Eu fico pensando sempre quando vejo as drag queens e o trabalho, deve ser algo por vezes doloroso mas continuam na luta ne. Deve dar bastante trabalho fazer essas roupas, maquiagens, já vi o processo de maquiagens de drags, a pele realmente é algo difícil de se fazer, bem pesada é tals.
    Legal o post :)

    ResponderExcluir
  3. Olá!
    Tenho um amigo apaixonadíssimo por essa série! Eu já assisti bastante também e parei por alguns motivos. Achava bem divertido os desafios e amava os desfiles (uma mistura de Project Runway e America's Next Top Model: como não amar?).
    Enfim, amei o post e os gifs inspiracionais sdksjfkds mas vou confessar que não me emocionava tanto nesses momentos... Acha alguns um pouco forçados e aparentemente combinados... O que não seria de se estranhar/duvidar.
    Abraços~

    ~ Nankin Dust

    ResponderExcluir
  4. Acho já assisti um episódio ou outro, mas como não acompanhava não conhecia a estrutura do programa. É legal essa iniciativa de mostrar o talento e o trabalho desses artistas, para ajudar a desmistificar o que boa parte das pessoas pensa a respeito. Toda informação acho que ajuda a combater a intolerância, é uma pena que não temos esse tipo de programação por aqui.
    Ótimo post.

    ResponderExcluir
  5. Gente, todos esses são homens?? O.o Tem alguns que nem parece, eles são muitos bons, hein? Ainda não conhecia esse realty, mas parece ser bem interessante.

    BJinhos
    Jeh

    ~Uma Geek Descolada

    ResponderExcluir

O Otome TeaTime agradece sua visita! Não se esqueça de deixar um comentário falando o que achou, nós respondemos os comentários sempre que possível.

Você pode usar as seguintes formatações sem os espaços:
< i > Texto < / i > - Itálico;
< b > Texto < / b > - Bold;
< a href="LINK"> Nome do link < / a > Links.

ありがとう! ♥