Machismo, gordofobia e outros preconceitos no ramo cosplayer




Ohayoo! Koto aqui novamente. Hoje vim falar sobre um assunto que tem me incomodado: preconceito no ramo cosplayer.
Esse é um tema muito importante e que eu não me canso de discutir.
Recentemente, comecei a planejar meu primeiro cosplay. Então, entrei em grupos de eventos e alguns específicos para cosplayers, no Facebook. Entrei achando tudo lindo, um mar de aceitação e fraternidade. Mas eu estava enganada.
Basta qualquer pessoa postar uma foto, que chovem críticas.



"Horrorosa", "gorda demais", "magra demais", "muito peito", "pouco peito". Nunca nada tá bom. E depois ainda reclamam da falta de aceitação da sociedade. Se queremos que a sociedade nos aceite e respeite, temos que começar a praticar isso uns com os outros.
Ninguém tem que ser perfeito ou igual ao personagem pra fazer cosplay. Cosplay tem a ver com amor ao personagem, com horas e horas de dedicação na busca da perfeição. E ninguém merece ter trabalho e dedicar tempo em algo pra ter que ler/ouvir críticas não construtivas.

Então eu proponho: comece a pensar antes de criticar alguém. É uma crítica construtiva? Vai ajudar a pessoa a melhorar? Ou só vai magoá-la sem acrescentar nada?
Basta lembrar que por baixo do cosplay existe uma pessoa igual a você, com sentimentos e inseguranças.
Mas, existem casos que ainda mantém a esperança de uma comunidade melhor.
Recentemente, em um grupo de cosplayers no Facebook, aconteceu um caso que acabou gerando uma "treta" enorme: uma menina postou foto de outra (sem conhecimento dela). Na foto a garota estava com uma peruca nacional que, por não ser de kanekalon, tende a ser mais brilhante que as importadas. No post, a legenda: "a peruca dela vai me cegar". A menina poderia ter criado toda uma onda de "zueira", com pessoas ridicularizando a cosplayer, mas não foi isso que aconteceu. A comunidade foi tão em defesa da vítima e contra a menina que postou que foi lindo de ver .

Foi tudo tão intenso que a menina do post viu o erro, admitiu, e pediu desculpas: tanto publicamente quanto diretamente à vítima (que até então não sabia de nada e perdoou). É de mais histórias como essa que a gente precisa: não a parte de tentar humilhar os outros, mas a união das pessoas do meio em defesa umas das outras.
E, se você que ta lendo isso já passou por algo parecido lembre-se: você não nasceu pra agradar ninguém. A única coisa que importa é o seu esforço e a sensação de satisfação que vem dele.

A todos os cosplayers, parabéns. Vocês tem o meu respeito.
E você, já passou por algo parecido? Sinta-se a vontade para compartilhar conosco nos comentários.



Juliana Degel

4 comentários:

  1. Concordo com tudo o que você disse.

    Claro que, temos que levar em conta que: Tem muitas pessoas que tem disso como um TRABALHO TRABALHO mesmo e não por hobbie, então, tipo o trabalho, os avaliadores obviamente não vão aceitar se não for bem igual ou até perfeito, ai vai de cada um isso temos que levar em conta, mas se a questão for: Hobbie, dai já é tudo como você disse '-' pessoas julgando, colocando para baixo como se fossem melhores! Sendo que não são T3T, criticas construtivas existem pra que? Pelo menos eu nunca me lembro de ter colocado uma pessoa PARA BAIXO!

    [Naka Pyon!] - Visite!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Pois é! Vejo muita gente que criticando sem pensar se vai magoar os sentimentos da outra pessoa... Acho isso muito cruel :(
      Se até na maioria dos concursos as características físicas não são levadas em conta, porque as pessoas se incomodam tanto, né? E ainda magoam os outros >_<
      A maioria dos casos que vejo são pessoas que fazem por puro hobbie mesmo, aí você se esforça pra fazer algo bonito que te deixe feliz, dá o seu melhor, e vem alguém só pra fazer críticas sem fundamento.
      Tá faltando empatia nesse mundo.
      Obrigada por comentar! ♥

      Excluir
  2. Tão deprimente mesmo pessoa ironizar o esforço da outra, sabemos que boa parte dos itens tem que vir de fora, ou precisam ser costurados a mão, o que exige rios de dinheiro, e a pessoa criticar só para por a pessoa para baixo é desnecessário, como diria a Sandra Annenberg, Que Deselegante!
    Acredito que mesmo cosplays não tão bons, como um do Hulk que eu vi no 9gag, eu confesso que eu riria, mas apoiaria a coragem do cara, o desprendimento e tudo mais, afinal pode ter feito para realmente divertir e ser engraçado, ai meio que uma critica de algum fã do personagem por exemplo é totalmente incoerente.

    Acho legal o tema do post, é uma pena que ainda seja necessário combater esse tipo de coisa.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Pois é, infelizmente ainda tem muita coisa que precisa ser combatida nesse meio cosplayer. :/
      Isso que tratei no post é meio absurdo ainda ter que ser tratado, mas não acho que vá mudar tão cedo. :s
      As pessoas acham que só porque estão na internet (que é onde mais ocorrem essas críticas desnecessárias) podem falar o que quiserem. Ninguém mais se coloca no lugar do outro e pára pra pensar que nos sentimentos alheios :/
      Obrigada por comentar!

      Excluir

O Otome TeaTime agradece sua visita! Não se esqueça de deixar um comentário falando o que achou, nós respondemos os comentários sempre que possível.

Você pode usar as seguintes formatações sem os espaços:
< i > Texto < / i > - Itálico;
< b > Texto < / b > - Bold;
< a href="LINK"> Nome do link < / a > Links.

ありがとう! ♥