Feminismo: um guia básico


   Muitas pessoas tem medo do termo "feminismo". Muitas pessoas tem medo de serem chamadas de feministas, pois acham que é uma coisa ruim. Essas situações são causadas pela disseminação de informações erradas sobre o movimento. E é por isso que cá estou eu, escrevendo para vocês que tem essas dúvidas, explicando os ~basicões~ do feminismo.
   Feminismo é tudo, menos uma coisa ruim. Esse post é pra você, que já ouviu falar tanto sobre ele, mas tá meio perdido nesse mundão abençoado. 




  1. O que é feminismo?
   DIFERENTE DO QUE MUITOS PENSAM, não é um movimento de ódio aos homens. Feminismo é um movimento que busca igualdade entre os sexos. Luta também pela destruição dos papéis de gênero (ex: Mulher tem que ser prendada.) e pelo fim da cultura de superioridade de um gênero sobre o outro.
   E ao contrário do que muitos pensam, feminismo não afeta positivamente apenas as mulheres, afeta os homens também! Existe toda uma cultura, em nossa sociedade, que coisas "femininas" são coisas fúteis e fracas, Quando os meninos/homens, gostam de coisas definidas como "de garotas" sofrem um certo tipo de descriminação, uma implicância. O feminismo não acredita que existem coisas 'de garoto' e 'de garota', e lutamos para que todos tenham a liberdade de gostar do que quiserem.


"Esta tudo bem para garotas serem o spider man, e esta tudo bem garotos serem a Elsa"
  
  2. Feminismo é o contrário de machismo?
    Muita gente se confunde com isso, mas a resposta é não. Vê só:
    Machismo é um sistema patriarcal que prega a superioridade de um sexo sobre o outro.
    Feminismo é um movimento que prega a igualdade entre gêneros, sendo assim uma forma de oposição ao machismo.
    E aí, pegaram a diferença?

  3. Feministas odeiam homens?
   Galera, francamente.
   Falando bem sinceramente, nunca encontrei uma feminista que odiasse homens. Algumas que tem rancor? Sim. Mas odiar do tipo "TODOS OS HOMENS DEVEM MORRER", nunca conheci.
   O que muitas pessoas não entendem é: feminismo não é um movimento de ódio aos homens, feminismo é um movimento para empoderar as mulheres, para que elas possam se expressar e fazerem o que bem entenderem sem serem ofendidas.


"Denegrir mulheres é coisa da idade feudal!" "Chega de descriminação!"

  4. Homens podem ser feministas?
   Sim, ser feminista, SURPREENDENTEMENTE, não te faz virar mulher. Pra você que é homem e já se viu com problemas de entrar nesse mundinho maravilhoso, vai uma dica: dê espaço, escute as mulheres, e tente combater o machismo nos lugares que você frequenta.
   Já vi muitos homens falando que tentaram apoiar o movimento e se viram criticados pelas próprias feministas. Minha dica é: Você PODE apoiar um movimento, mas você não pode lutar uma batalha que não é sua.
   Acho muito legal homem feminista, ACHO MESMO, e completamente apoio. Mas não acho que você esteja em posição de tentar alterar o movimento. Por exemplo, eu apoio o movimento LGBT, mas não me acho em posição de cagar regra sobre algo que não entendo.
   Vou tentar uma metáfora pra explicar melhor: imagine uma guerra, onde de um lado está o feminismo e do outro o machismo. Os homens não estão necessariamente no exército, mas eles dão suporte para o mesmo, dando mantimentos, por exemplo. Entenderam o que eu quis dizer? Não precisa estar necessariamente na "frente" da batalha pra ser uma peça crucial da mesma.

   5. "Feministas não podem ser femininas!" "Feministas não podem 'cuidar' do peso!"
    Gente??????????
    Uma coisa não tem bulhufas a ver com a outra, sério mesmo. Usar maquiagem ou não, ser magrela ou gordinha, isso é decisão de cada um. A situação é: a sociedade machista impõe um ideal de beleza, e o feminismo te dá liberdade pra ser o que VOCÊ quer ser, e isso vai desde se vestir com roupas rosas até ter o corpo todo tatuado.

  6. Existem regras no feminismo?
   NÃO. Cada individuo constrói seu feminismo, mas todos partem de uma linha de pensamento: igualdade entre sexos. Ninguém vira feminista do nada, ninguém consegue entender tudo num piscar de olhos. Eu conheci o feminismo a dois anos, e ainda hoje continuo construindo e desconstruindo meus pensamentos. Volta e meia eu falo coisas machistas, porque ninguém é perfeito, mas ainda sim, sempre tento me corrigir.
   Diferente do que pensam, feministas não são criaturas místicas que caçam homens durante a noite, feministas são humanas, e como todos os humanos, cometem erros. A diferença é que nós estudamos, lemos e pesquisamos sobre o assunto, pra poder falar as coias certas, e não sair por aí soltando discursos de ódio sem nenhuma base intelectual.




 Bem, espero que o post tenha tirado algumas dúvidas de vocês \( ̄▽ ̄)/ Lembrando: algumas coisas desse post são MINHA opinião, então não podem ser considerados como regra. Para entender o feminismo, é necessário ouvir várias opiniões, então, caso vocês queiram ler mais sobre o assunto, aqui estão alguns blogs/sites bons:

  ♡ Clara Averbuck
    ♡ Feminista cansada
    ♡ Blogueiras Feministas
    ♡ Escreva Lola Escreva

   Bem, espero que tenham gostado do post (o´▽`o)ノ Caso tenham dúvidas, comentem aí em baixo, e eu vou ficar muito feliz de responder  Digam o que acharam do post, também!
   Muito obrigada por lerem~

Harurun

Harurun (aka maria), 19 anos, estudante de moda e aspirante a Idol! Gosto de escrever de tudo um pouco: de comida até idols! Espero que gostem dos meus posts e acompanhem o blog! ♡

9 comentários:

  1. achei o texto muito informativo,achava que o movimento pregava o fim do machismo e aquilo de sair pelada nas ruas,infelizmente é isso que a tv e sites jornalísticos pregam..muito bom esse assunto ser esclarecido *-*

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Simsim, muitas vezes a mídia mostra apenas as partes mais radicais, e também apresentam os fatos de um jeito que deixe o feminismo parecer um movimento ruim. Que bom que o post tirou suas dúvidas ♡ E obrigada por ter lido (´ω`)

      Excluir
  2. (1)
    "Existem regras no feminismo?
    NÃO. Cada individuo constrói seu feminismo, mas todos partem de uma linha de pensamento: igualdade entre sexos."
    Esse já é o primeiro e gravíssimo problema do feminismo. De fato não existem regras, e é por isso que existem ( e muitas) feministas que estão pouco se lixando para igualdade, defendem apenas aquilo que convém, quando convém, e o mais interessante : não são mais,nem menos feministas que a mais justa das feministas.
    (2)
    "Já vi muitos homens falando que tentaram apoiar o movimento e se viram criticados pelas próprias feministas. Minha dica é: Você PODE apoiar um movimento, mas você não pode lutar uma batalha que não é sua".
    Taí outra coisa mui curiosa. Se é um movimento luta por igualdade, pela destruição papéis de gênero e beneficiar ambos os sexos, porque a batalha também não é dos homens? Por que eles não podem opinar em algo que busca igualdade? Tipo, é o mesmo que dizer que só negros podem opinar sobre cotas ou questões raciais, porque o condição étnica deles permite uma visão magicamente justa e imparcial do assunto. Você diz
    "Diferente do que pensam, feministas não são criaturas místicas que caçam homens durante a noite, feministas são humanas, e como todos os humanos, cometem erros." Qual é o sentido de suportar um movimento que despreza sua opinião, ao mesmo tempo que admite que pode ser falho e injusto? É como defender uma democracia na qual o seu voto não conta.
    (3)
    A situação é: a sociedade machista impõe um ideal de beleza, e o feminismo te dá liberdade pra ser o que VOCÊ quer ser, e isso vai desde se vestir com roupas rosas até ter o corpo todo tatuado.
    Engraçado dizer que a sociedade machista impõe um ideal de beleza, quando as mulheres são as mais críticas e cruéis nesse aspecto, e mais engraçado ainda, é dizer que o feminismo é que dá liberdade para o indivíduo se vestir como quiser. Existem machistas que não dão a mínima pra padrões de beleza "impostos" assim como existem feministas que querem ditar o que é como uma mulher "livre" deve agir e se vestir. Não existe regra nesse aspecto. Como você mesmo já disse, não existe nenhuma regra geral no feminismo.
    (4)
    "Machismo é um sistema patriarcal que prega a superioridade de um sexo sobre o outro.
    Feminismo é um movimento que prega a igualdade entre gêneros, sendo assim uma forma de oposição ao machismo.
    E aí, pegaram a diferença?"
    "Porém, existem linhas de pensamentos que apoiam a misandria (ódio aos homens)."
    ...ok

    Cara na boa, o feminismo é um movimento extremamente confuso, e que só toma partido daquilo que é conveniente. E o pior de tudo, é o fato das feministas não contestarem o próprio feminismo, elas defendem como uma ideologia perfeita, e quem ousar criticar (homem ou mulher) é automaticamente julgado machista. Não estou dizendo que o feminismo é algo ruim por completo, ou que as coisas estão perfeitas como estão,
    mas o feminismo está longe de ser solução real para alguma coisa. Muitas pessoas que não são feministas, colaboram muito mais pela igualdade do que as feministas cegas por suas ideologias. Conseguimos igualdade com educação e bom senso, e não com doutrinas pré-estabelecidas como são as correntes feministas.

    Ah, e sobre isso aqui
    "O feminismo não acredita que existem coisas 'de garoto' e 'de garota', e lutamos para que todos tenham a liberdade de gostar do que quiserem."
    Recomendo esse documentário mui interessante O Paradoxo da Igualdade de Gênero
    https://www.youtube.com/watch?v=CKam3-HHkjs

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. (1)
      Esse é um dos pontos mais positivos do movimento. Você cresce no feminismo, você não nasce sabendo. O ótimo de não existirem 'doutrinas' tão fixas, é que o movimento está sempre em mudança. E não, não defendemos “quando convém”, defendemos sempre. E eu não sei onde você viu esse dado de que MUITAS feministas não ligam pra igualdade, porque isso tá tipo, completamente errado. Todo o movimento é baseado em igualdade. Portanto, eu acho que você se equivocou ao dizer isso.

      (2)
      Acho que você se confundiu com o que eu disse: homens SÃO válidos no feminismo. Porém, a GRANDE MAIORIA dos assuntos que o feminismo trata são lutas das mulheres. Portanto, homens não sabem como é estar naquela situação, como é ser oprimido daquele jeito. Por exemplo: homens não saem na rua de noite com medo de serem estuprados. Já mulheres, sim. Portanto, na grande maioria dos casos, o protagonismo cabe as mulheres. E é exatamente por não estarem sendo oprimidos nessas situações que homens não devem tentar impor regras ao feminismo. Como eu disse antes: não é só porque você não protagoniza algo que você não é importante.

      (3)
      Mulheres muitas vezes são criticas quanto as outras porque FOMOS CRIADAS ASSIM. Fomos criadas nos dizendo que tínhamos que ser a mais bonitas, e que devíamos competir umas com as outras pela atenção dos homens. O feminismo apoia a SORORIDADE, que é a amizade entre as mulheres, o fim dessa competição (você pode ler mais sobre isso aqui: http://www.otometeatime.com.br/2014/12/vem-miga-um-pouco-sobre-amizades.html ) E como eu disse antes: feminismo é uma construção. Nós não entramos no movimento sabendo que cada uma pode ser como quiser e isso está tudo bem. Eu mesma, quando recém conheci o feminismo, ainda criticava mulheres que via na rua, e ainda hoje uma gafe dessas escapa. Porém, conforme você evolui no movimento, você começa a entender melhor essas coisas, mas é uma questão de tempo e evolução. Portanto, existem feministas que acreditam que existe uma “aparência ideal”, e elas vão muito provavelmente mudar de ideia conforme estudarem mais sobre o assunto.

      (4)
      Como eu disse, EXISTEM linhas de pensamento que apoiam a misandria, mas são poucas, tanto que eu NUNCA VI nenhuma mulher que odiasse homens. Contudo, eu já vi muitos homens que odiassem mulheres. Acredite, é MUUUUUUUUUUUUUUUUUUUUITO fácil encontrar misóginos.

      Excluir
    2. E sinceramente, eu não sei o que você acha que feminismo é, mas acho que você está muito errado em afirmar que nós só lutamos pelo que é conveniente, nós lutamos contra o que é errado. Se você acha “conveniente” lutar pelo fim da violência domésticas, da violência sexual, da discriminação sexual, dos papéis de gênero e de muitas outras coisas, aí é com você.
      E sim, muitas vezes classificamos quem critica como machista. Porque, na grande maioria das vezes, a pessoa é machista. É extremamente difícil alguém vir criticar de maneira inteligente o feminismo. Na maioria das vezes, as críticas são: vagabundas, mal comidas, 'isso é falta de apanhar' e muitas outras palavras de baixo calão. Porém, se a pessoa tá realmente criticando algo válido, aquilo se torna uma conversa de pessoas que tem ideais diferentes mas conseguem conversar como seres humanos e sem sair se xingando.
      E eu não acho que o feminismo “está longe de ser solução real para alguma coisa.”. Eu já vi muitas pessoas cuja vida foi mudada pelo feminismo. Eu sou uma delas, aliás. Claro, o feminismo ainda precisa de muita repercussão para crescer ainda mais. Mas, aos poucos, o feminismo tá mudando muuuuuuuuuuuuita coisa errada por aí. Acredite: a vida de uma mulher beneficiada pelo feminismo muda muito, e só isso já é uma grande vitória para o movimento.
      E você não precisa se chamar de feminista para SER feminista. Muita gente acha que feminismo é ruim, mas, se for ler sobre o assunto, vê que se identifica com tudo. E essas são as pessoas que você mencionou ali, as “que não são feministas, colaboram muito mais pela igualdade”. Feminismo não é uma "obrigação", mas muita gente concorda e apoia os ideais mesmo sem se considerar feminista.
      E o feminismo está lutando por essa educação e bom senso. Estamos lutando para que os meninos aprendam que “NÃO é NÃO”, que estupro não é algo legal. Estamos lutando para que as meninas aprendam que cada uma delas é uma pessoa de imensurável valor, e que unidas somos mais fortes. E estamos lutando para que meninos e meninas tenham a liberdade de serem quem quiserem ser. E eu já disse antes, mas vou repetir: não existem “doutrinas pré estabelecidas”. Existe um ponto de partida. Como você vai percorrer esse caminho é escolha sua.
      Quanto ao vídeo: nós poderíamos passar horas e horas aqui trocando pesquisas de pessoas que são a favor ou contra a ideia que o vídeo apresenta. Eu, pessoalmente, acho que pesquisas importam, mas o fato de homens e mulheres serem ou não emocionalmente diferentes não importa muito. Mulheres e homens tem cérebros diferentes? Não sei, ninguém sabe, com certeza. O que me importa é que homens e mulheres tenham a liberdade para gostar do que quiserem, sem que ninguém venha dizer que está errado.
      Aliás, achei aquele vídeo cheio de abobrinha. Um cientista que venha dizer que os EUA são um país igualitário não tem tanta credibilidade pra mim.

      Excluir
  3. Ver gente proclamar coisas como "o feminismo só é bonito na teoria" me irrita. É muito além disso. Cada um tem o seu ponto de vista e o feminismo só está aqui para ajudar -- diferente do machismo, né. Eu, por exemplo, percebi que era feminista com uma imagem que dizia "você acredita na igualdade dos gêneros socialmente, politicamente e economicamente? Parabéns, você é feminista!" e desde então fico feliz quando vejo alguém espalhar a palavra, a palavra CERTA! <3

    Parabéns pelo post, ele é bem esclarecedor para as meninas (ou meninos) que se depararam recentemente a esse tipo de assunto.

    Smash the patriarchy! Beijos!

    ResponderExcluir
  4. É um tema bem polêmico, e por isso interessante, eu apoio a ideia que a mulher não deve se limitar a arquétipos, apoio que ela deve sim lutar pelos seus direitos, porque senão quem vai lutar? Não pensem que a escravidão foi abolida por benevolência dos brancos, e sim que eles viram, corretamente, que a liberdade gerava mais lucro para os governantes.

    Só que eu acho que por mais que o movimento lute por igualdade, não existe igualdade, mesmo porque não existe igualdade nem mesmo entre uma mulher e outra, como haveria de ter igualdade entre todos os homens e todas as mulheres?
    Além disso um ponto que me afasta desse ideal de feminismo é o pseudo direito que algumas acham que devem ter sobre seus corpos, uma chegou a me dizer que devia ter o direito de tirar seu útero com 20 anos para não ter chance de ter filhos e nem menstruar, já que os homens eram assim ?!?!?!?!?
    Uma coisa é lutar por direitos, outra coisa é renegar sua condição de animal que está nesse mundo para passar suas informações genéticas adiante, e pior, apoiam assassinato de fetos por desleixo, já que em um mundo onde há pilulas e camisinha, é completo desleixo engravidar "sem querer".

    Mas enfim, eu sempre ouvi que o direito de um acaba onde começa o do outro, respeitando essa ideia é possível sim fazer um movimento limpo, mostrar fatos onde isso não aconteceu e os direitos que as mulheres tinham ou deveriam ter foram violados (como naquele caso dia 8 de março 1857). Gostei do post principalmente por assumir que não há regras, pois de fato algo que esta errado poder ser mudado já é um grande avanço, apoio a ideia da militância ser feminina, como disse anteriormente se elas não lutarem vão esperar quem lutar por elas? Apoio os movimentos radicais como o Femen. A única coisa que não apoio é quem usa o movimento para justificar que elas devem ter o controle sobre seus corpos, pós gestação a mulher deve aceitar que ela tem o dom de gerar uma vida humana, e diferente de um parasita a criança dentro dela também deveria ter direitos, já que o movimento luta por direitos iguais deveria lutar pelos direitos do feto também, que infelizmente não pode pintar os peitos e sair com plaquinhas pelas ruas, não pode ligar para a policia na lei maria da penha, não pode nem gritar socorro :/

    O que você pensa disso Harurun?

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Não sei o que a Harurun acha disso, mas você podia parar de vir aqui falar asneiras. Esse é um dos motivos pelo qual eu parei de falar com você.

      Excluir
    2. Ó só, como eu disse em um comentário ali em cima, "não existe igualdade entre uma mulher e outra" porque nós fomos ensinadas assim. Porém contudo entretanto todavia, o feminismo trabalha pra reverter isso, pra que as mulheres percebam que não é uma competição, e que somos todas irmãs e devemos ajudar uma as outras. E só não existe igualdade porque tem gente estúpida o suficiente pra se achar melhor que os outros, mas tamo aí na luta.
      E cara, sem ofensa, mas tu só disse asneira. O corpo da mulher é DELA, e de mais ninguém. Se ela quiser tirar o útero fora, a decisão é dela. E cara, ninguém faz aborto porque acha legal. Ninguém acorda um dia e pensa "Nossa, que dia legal pra se fazer um abortinho". N-Ã-O. O corpo é da mulher, e ser mãe ou não é uma decisão dela e SOMENTE dela, não tem nada a ver com mais ninguém. Na hora de falar que aborto é assassinato e cruel TODO MUNDO fala, mas na hora que vê criança na rua pedindo esmola sai xingando, falando que isso é falta de vergonha na cara. Sem falar que não se defende o aborto, se defende a DESCRIMINALIZAÇÃO dele. O aborto existe, e isso é um fato. A diferença é: com a descriminalização, mulheres parariam de morrer durante procedimentos ilegais e perigosos.
      E é meio irônico defender os direitos de um feto dizendo que "direitos humanos" e na hora que vê noticia de mulher que morreu durante aborto ilegal chama de vagabunda e diz que "engravidou porque quis". O que nós queremos não é sair fazendo abortos só por fazer, o que nós queremos é ter a segurança de poder fazer isso, caso seja a decisão da mulher.
      Resumindo, o que eu penso é: é uma decisão da mulher, visto que o corpo é dela e a vida é dela. Abortar ou não é uma escolha dela (não é porque o aborto vai se tornar legal que vai ser obrigatório, blz?). Aliás, citando Aline Valek: "O quê? Você é homem e por isso não pode engravidar nem precisaria abortar? Então por que RAIOS você acha que sua opinião sobre um corpo que não é o seu conta? Vai plantar batata e tira a sua opinião do meu útero."

      Excluir

O Otome TeaTime agradece sua visita! Não se esqueça de deixar um comentário falando o que achou, nós respondemos os comentários sempre que possível.

Você pode usar as seguintes formatações sem os espaços:
< i > Texto < / i > - Itálico;
< b > Texto < / b > - Bold;
< a href="LINK"> Nome do link < / a > Links.

ありがとう! ♥