"Cosputeando"


Ohayo! Koto aqui de novo! :3
Hoje vim falar de um assunto polêmico (adooooogo polêmica q): cosputas.
Cosputa é um termo extremamente pejorativo usado para falar sobre cosplays sensuais.

Olhem essa versão do Teemo. Fofa, né? Mas nem todo mundo pensa assim.
(pra quem for de interesse, a cosplayer é a Sophie Karine Riis)

Entre os próprios utilizadores do termo “cosputa” existem duas ramificações: os que acham que cosputa é qualquer cosplay com pouca roupa e os que acham que cosputa são apenas as adaptações dos cosplays para ficarem mais sensuais (esses últimos geralmente se acham mais corretos que os primeiros em função disso).


Na maioria das vezes, quando há uma discussão sobre o tema – algo relativamente frequente em grupos e páginas sobre Cosplay – o segundo grupo sempre usa o mesmo argumento:
“Não tem problema fazer cosplay sexy se a personagem for sexy. Será apenas um cosplay fiel. O que tá errado é alterar o personagem só pra diminuir a roupa, aumentar o decote etc. Tá tirando a essência do personagem blablabla”.
Mas – rufem os tambores: COSPUTA NÃO EXISTE.

^ ouçam a moça pfvr ^


Há uns meses atrás, em um grupo de cosplayers no Facebook, levantaram uma grande discussão sobre a validade ou não do termo. No meio de centenas de comentários desnecessários um me chamou atenção, e calou a boca de todo mundo:
“Porque as pessoas podem fazer versão steampunk, natal, páscoa, gótica ou qualquer outra versão, e versão sensual não pode? Muda o personagem do mesmo jeito.”
Desde então venho usando o mesmo argumento em qualquer discussão sobre isso, and guess what: ninguém tem resposta.
Aí eu pergunto: POR QUE se incomodar tanto assim com o tamanho da roupa da coleguinha? Sinceramente, tá afetando em algo na tua vida? O número de likes que ela ganha diminui o número de likes na tua fanpage? Tá doendo ver a outra ser elogiada?
Eu vejo isso da mesma forma como a questão da homossexualidade: muita gente dizendo que tá errado, mas nenhuma dessas pessoas sabe explicar como exatamente a vida pessoal alheia interfere na delas. E tem um motivo pra elas não conseguirem explicar: porque não interfere em absolutamente nada.
Aí a gente pensa: se um homem faz cosplay de Free!, por exemplo: porque ninguém chama ele de cosputo? Na discussão que mencionei acima, tiveram alguns comentários abordando essa questão e alguns dizendo “homem com cosplay que mostre o corpo é cosputo também”. Não, não é. Alguém aí já viu algum homem ser criticado por fazer cosplay de Yasuo? De Gray? Não, né? Pois é.

Coitadinhos né, gente? Sofrem taaaanta discriminação sendo chamados de "cosputos" (NÃO).

Chamar outra mulher de cosputa é apenas disseminar ainda mais o machismo com o qual a gente tanto se incomoda no dia-a-dia (na rua, nos games online, nos eventos ou em qualquer outro lugar).
E isso leva àquela crença absurda de que cosplay é consentimento: aquela ideia de que “ela é ‘cosputa’, posso meter a mão”. Não, cara, não pode. A menina pode estar de lingerie na tua frente. Ela pode estar nua na tua frente. O corpo continua sendo dela. O espaço pessoal continua sendo dela. E não, você NÃO PODE invadir esse espaço sem consentimento. Se a menina quer fazer cosplay de sutiã e calcinha é um direito DELA, que NÃO te garante o direito de pegar nos peitos/bunda dela ou em qualquer outra parte do corpo. Respeito é essencial em qualquer situação.
Para os usuários do termo “cosputa”: vamos parar de ficar de invejinha com a coleguinha. O corpo alheio não muda nada na vida de ninguém. Ninguém detém os direitos autorais dos personagens pra proibir versões alternativas.
Se você aí quer fazer um cosplay que mostre o corpo: faça! É um direito seu. Se você quer fazer mudanças no personagem e encurtar a roupa: faça! É um direito seu, também. VOCÊ investe o dinheiro, VOCÊ investe o tempo, VOCÊ vai usar. E ninguém tem nada com isso.
E, se você que tá lendo, fica se doendo com o cosplay alheio: repense suas ideias. Tire um tempo pra refletir. Porque diminuir os outros? No que exatamente muda o fato de uma cosplayer do seu personagem favorito aumentar o decote? Tentar rebaixar os outros vai te fazer mais feliz? Spoiler: não vai. Se não gostou da versão, segue em frente. Fecha a página, dá unfollow.


A vida é curta demais pra se preocupar com o comprimento do cosplay alheio. Menos rótulos, mais cosplays. Menos ódio, mais amor!  <3


Juliana Degel

11 comentários:

  1. O que tá me doendo é essa maquiagem no corpo dos meninos pra parecer que são divididos skjhfdkjfsdj ai ._.
    Lendo seu post, percebi que nunca parei pra olhar duas vezes pra versões sexy nos eventos porque não me incomoda. Também considero só mais uma versão (que chamo de sexy no jutsu, mas não contem pra ninguém).
    Acho que é a primeira vez que leio um post seu, Koto. Hm... Gostei bastante. Se você não continuar no OTT, espero que continue a escrever em algum outro lugar :3
    Abraços~

    ~ Nankin Dust

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Nem tinha reparado na maquiagem no corpo deles, nossa sou muito distraída UHAUEAUEHUA
      E obrigada, fico feliz que gostou! Pretendo criar um blog em breve, mas estou torcendo pra permanecer no OTT. Escrever aqui me deixa muito feliz <3
      Obrigada por comentar!! <3

      Excluir
  2. Concordo tudo com vc,menos quando um cosplay desse chega perto do meu namo kkkkk assim,a menina ta longe? blz,a vida é dela.faz o que quiser,mas tem muitas que dão em cima de namo de outras em eventos de anime...graças a Deus isso nunca aconteceu comigo,sei que roupa não define caráter...não acho ruim essas versões mais sensuais de um personagem,só como algumas agem publicamente...quando meu namo era solteiro contava muito disso,que parou de ir em eventos de anime mais por isso..algumas exageram nas exibições,agora o like que ela ganha no FACE dela,problema é dela..acho que cada um tem que cuidar da sua vida mesmo,o que estraga algumas cosplays é isso da atitude,algumas realmente se aproveitam da forma que estão vestidas pra provocar meninos alheios...outras usam versões sexys e simplesmente são o oposto do que chamam de "cosputa"..vai de cada uma,contando que exista respeito de ambas as partes tudo bem *-*

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Esse negócio de "dar em cima" acontece em qualquer lugar, partindo de ambos os sexos, cosplayers ou não cosplayers, faz parte da vida. :P
      O que não pode é assédio, de nenhuma das partes. Tem uma linha muito tênue entre as duas coisas, e às vezes as pessoas passam desse limite. Mas isso não se restringe a eventos/cosplayers. Estamos sujeitos a esse tipo de situação em qualquer lugar.
      E sim, como disse no próprio post, concordo que respeito é essencial, de ambas as partes!
      Obrigada por comentar!! <3

      Excluir
  3. então,sim...verdade,mas algumas..não todas se aproveitam disso,mas enfim..é isso kkkkk imagina,amo aqui <3

    ResponderExcluir
  4. Já vi gente criticando cosplayers que fazem esse tipo de versão, e realmente o argumento da moça lá do facebook é a resposta perfeita pra essas pessoas.
    É a velha questão de ficar querendo dar pitaco na vida dos outros, e também o velho machismo. Realmente, nunca vi nenhum cara sendo xingado dessa forma por fazer cosplay de free e o outros personagens que usam pouca roupa, o negócio é só com as meninas mesmo :/

    Gostei bastante do post!

    ♥ Rendas e Doces

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Sim, e quanto mais se utiliza o termo "cosputa", mais se reproduz o machismo que tanto nos prejudica :/
      Fico feliz que gostou do post! *u*
      E obrigada por comentar!! <3

      Excluir
  5. Ótimo post, concordo com quase tudo que disse, acho que o corpo da mulher pertence a ela também, podendo usar que roupa que quiser, e fazer as alterações nos personagens que julgar necessário, uma vez que os próprios autores costumam caprichar na sensualidade e serem bem econômicos nas roupas das personagens.
    Entretanto eu acho que há sempre o ambiente apropriado para essas coisas, por exemplo, se a garota quer desfilar sem roupa nenhuma, sendo um ambiente restrito para maiores de 18 anos sem problema, e ela deve ser respeitada da mesma forma, obedecendo sempre as leis vigentes, que proíbe ela ficar totalmente despida em espaço aberto. Em eventos de encontro de anime já é esperado que hajam garotas de lingerie, então não vejo problema algum, mas no deslocamento até o evento o ideal é que usem um traje de transporte, porque apesar das pessoas terem a obrigação de respeitá-las, vivemos em um mundo imperfeito e perigoso, tem uns maniacos sexuais por ai que escolhem a vitima que mais instiga ele, e se tornar uma vitima em potencial não é bom. Tipo dinheiro, não é certo roubar, mas vc num vai sair de casa com um bolo de dinheiro na mão pois sabe o mundo que vive.

    Enfim, eu pessoalmente respeitaria uma garota independente do local e das roupas que esteja usando, talvez respeitar demais seja até um problema, however, bom post =)

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olha Hideki, eu discordo de você no ponto do deslocamento até o evento.
      É lógico que é perigoso que se ande com trajes curtos na rua, todos nós sabemos disso.
      MAS, não são as mulheres que deveriam ter que cuidar a roupa que usam, e sim os homens que deveriam ser ensinados a respeitar as mulheres INDEPENDENTE da roupa que elas estão usando.
      Enfim, não acho que "respeitar demais seja até um problema". Respeito nunca é um problema.
      Obrigada por comentar!

      Excluir
  6. olá primeira vez aqui =^w^=
    eu gostei do ambiente kawaii!
    Bom o post é bem interessante, eu concordo que com os meninos ninguém fala nada.. (e-e) olha só descordo de meninas e meninos ficarem semi nuas(nus) em eventos de classificação livre, onde vai todas as idades, claro, e já vi muitos e muitas desse jeito em eventos e serem ate mesmo criticados ''de forma não construtiva'' por pessoas ao redor... emfim eu acho que cada um pode fazer o que quiser, e tudo mundo deixar a vida dos outros, porém é sempre importante o bom senso de cada um em cada situação! ♥
    Kisus~
    merece sua visitinha : http://maru-sama.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Obrigada! <3
      Ah, eu acredito que se a pessoa tá usando um cosplay, não importa muito essa questão de quais idades estarão lá. Quem tá lá normalmente conhece animes/jogos, e o que mais tem nesse meio são personagens semi nus.
      Os eventos normalmente tem faixa etária mínima pra entrar, e quem é menor que a idade estabelecida só entra com os pais. Nesse caso os pais tem que ter consciência de onde estão levando os filhos.
      Os próprios eventos tem regra quanto as vestimentas, mas quando é cosplay é mais "liberado", porque... é cosplay djsidks xD
      Obrigada por comentar! <33

      Excluir

O Otome TeaTime agradece sua visita! Não se esqueça de deixar um comentário falando o que achou, nós respondemos os comentários sempre que possível.

Você pode usar as seguintes formatações sem os espaços:
< i > Texto < / i > - Itálico;
< b > Texto < / b > - Bold;
< a href="LINK"> Nome do link < / a > Links.

ありがとう! ♥