Crítica: Por que Free incomoda tanto?


Free! é o tão esperado anime da temporada criado pelo estúdio KyoAni, o mesmo de K-ON, Hyouka e muitos outros queridos pelo público.
O anime veio prometendo lindos garotos, natação e uma história sobre amizade, tudo isso protagonizado pelos mais doces e interessantes seiyuus do meio. 30 segundos foram suficientes para que um fandom enorme nascesse.

O anime finalmente fez sua estréia, sob críticas e elogios, Free vem sendo delicadamente analisado pelos blogs especializados.
Por tanto, acho interessante fazer alguns comentários. Já que eu mesma vim falando do fan service excessivo faz um tempo, acho interessante principalmente o quanto os "otaquinhos" tem um olhar bastante apurado e só veem aquilo que desejam ver. Em outras palavras...



~Busujima Saeko semi pelada matando zumbis~: ACEITÁVEL.
~Garotos arrancando as camisas por motivo "nenhum"~: "WTF/// TIRA ISSO DAÍ PFVR MTO GAY OMG". q

Tradução livre: Fazem um anime com garotas extremamente sensuais matando zumbis e ninguém dá a mínima. Fazem um anime com garotos extremamente sensuais e todo mundo perde a cabeça.

Por que no mundo do anime, uma saia curta, um pantsu shot é tão "normal" e garotos arrancando a camisa por nada é tão ofensivo? (。◕‿◕。) (hj, no globo repórter qq)

A primeira resposta é que grande parte dos fãs de anime são homens. E é meio óbvio que seus delicados globos oculares serão ofendidos por um cara musculoso sem camisa olhando ferozmente pra outro cara sem camisa. (Estou falando de Free, não Twilight, antes que alguém se perca haeioaehio) A reação é normal. Mas dá licença que eu não tô nem aí pra sua reação. Eu não curto certo tipo de ecchi e fan service. Sabe o que eu faço? Não assisto. ♥
Free! foi criado especialmente para o público feminino. Tal muitos outros animes foram criados pensando no público masculino. Minha intensão não é fazer as pessoas se convencerem que Free! é um anime sério, mas simplesmente discorrer sobre uma opinião generalizada e sem muito baseamento sobre o primeiro episódio do anime.


Eu li muitos comentários de homens e mulheres que viram o anime. É interessante destacar que aqueles que analisaram o anime além das barrigas de fora, viu algum potencial. Aproveito até, para parafrasear um dos comentários que vi no post da Gyabbo!, onde a pessoa disse que viu o anime e sim, achou ele um pouco "raso" e sem um direcionamento específico, mas que assume que isso vem do fato de ser o primeiro episódio e que a mesma sensação pode ser sentida vendo o primeiro episódio de K-ON!. Eu entendo a preocupação de que o anime vire uma massa de caras sem camiseta sem uma história real. Por que a base dos fan services clichê são a falta de história e direcionamento do anime. Isso não ocorre (ou não há provas de que ocorre) em Free!. É cedo. Muito cedo para dizer. Se Free, infelizmente, seguir para esse lado, ele vai entrar para sempre na lista de animes feitos para vender. E eu não sei vocês, mas uma vez que um anime entra pra essa lista, acaba perdendo muitos pontos em credibilidade.

A segunda resposta tem relação com meu texto sobre fan service. O cultura do anime nos bombardeia com imagens de calcinhas, peitos balançantes e outras coisas, a um ponto que chega a ser normal. Você nunca viu uma CLAMP apelar pra esse tipo de fan service e ainda sim são a "top of mind" do mercado de animes e mangás, mas tantos animes tem o uso desse recurso que meio que estamos acostumados. Em contra partida, essa "exploração" da estética masculina é quase que nova em animes não-rotulados como "yaoi", por isso, a obra causa espanto ao primeiro contato.
Eu mesma me surpreendi em como o anime tem várias cenas deles sem camisa. Mas deus, é o prólogo de um anime de natação! Não dá pra falar de natação, sem arrancar algumas camisetas, ora essa. Mas ressalvo que dá pra matar uns zumbis sem mostrar os peitos. :3
Parando pra analisar o anime, ele realmente usa e abusa da sensualidade dos seus personagens. Mas alguém mais notou que o Makoto ficou sem camisa tipo, só umas duas vezes? E que o Nagisa parece uma cópia um pouquinho mais alta do Honey Senpai, logo não dá pra sensualizar muito um cara que usa cueca de pinguim? A falta de roupa se concentra no personagem principal, Haruka, e seu rival. Em momentos que são "relativamente" aceitáveis que eles arranquem as roupas. (-oi) Também, analisando friamente, vemos que a KyoAni utilizou bem os momentos de "nudez" do anime, usando-o sempre para dar um tom cômico a situação.
De um jeito ou de outro, ainda não dá pra saber que rumos o anime irá tomar. Vai ser necessário um pouquinho mais de paciência da parte dos seus espectadores, pra ver o que o estúdio preparou para nós. 



É importante, no fim de tudo, respeitar a obra. Por bem ou por mal, tivemos muitos outros títulos que foram ruins e que são queridos pelos fãs por possuírem personagens carismáticos. Se para você, a constante falta de roupa dos personagens de Free te incomoda, tente ignorar. E se ainda sim não funcionar, não assista. Você não é obrigado a ver nada que não te agrade. MAS você é obrigado a respeitar a opinião dos outros, até mesmo uma fan girl idiota perguntando se o (insira aqui o nome de um dos garotos de Free!) é seme ou uke. O choro é livre.


Bom, basicamente é isso. :3
Tentei ser o mais objetiva possível, embora eu continue achando que esse tema seja muito mais profundo. Eu estou realmente apreciando o anime Free! e pretendo acompanhá-lo até o fim da temporada. Não sou fan girl alok dos garotos, mas realmente gosto deles. Tal qual em Madoka Magica, ainda não decidi meu favorito. Se você aguentou ler até aqui, por favor, deixe um comentário, deu um bom trabalho editar esse post e eu realmente amo conversar com os leitores.(≧∇≦)

Muitos beijos,

Gleice F.

A.K.A うさぎQUEEN. 24 anos, estudante de Gestão Empresarial. Fã de mahou shoujo, rap e jogos indies.

10 comentários:

  1. O fanservice da série está como complemento da história,essa polemica toda é apenas porque o moe para otomes é novidade,pena que o meio otaku ainda seja machista

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. É exatamente o que eu disse no texto. Mas infelizmente, o nosso meio é muito cheio de fãs mais novos e imaturos, então eles não entendem que todo anime vai ser forçado de alguma forma. Não importa o quão real ele tente ser, sempre vai ter um elemento forçado.

      Excluir
  2. Li todo artigo ontem e acabei dormindo antes de comentar -Q

    Acredita que eu ainda não consegui assistir Free?! Por algum motivo meu player tá bugado com ele, baixei no dia que saiu de 2 fontes diferentes e não funcionou E_E

    Mas não preciso ter assistido pra ter uma opinião nisso, claro. É bem normal existir esse machismo todo, é a mesma coisa no universo dos jogos com aquela questão das personagens femininas usarem "armaduras" tipo bikini e etc, etc. É tudo um apelo pro público masculino, e o que Free tenta fazer é usar um pretexto (o clube de natação) pra poder fazer a mesma coisa pras garotas, haha. A diferença é ter uma justificativa, mas w/e, me lembrou um pouco Kampfer e DxD, onde as moças rasgam as roupas nas lutas e tal, então também é um pretexto. Não condeno isso, mas também não faço questão de ver por esse motivo, haha.

    Beijos, Ikigai-Don ♥

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Tá lok, Twi. q
      Eu vi só o 1, ainda não tive tempo de ver o 2. Quero ver Hyperdimension que estreou ontem. *0*
      Mas enfim. Eu acho que certo tipo de fan service é tolerável até certo ponto. Eu assisti muitos animes ecchi e eu até gosto muito do gênero. Mas algumas coisas são inaceitáveis. Gosto muito do mangá de Highschool of the dead. PORÉM, tenho que assumir que é forçado as fuck. Eles tentam fazer um mangá fodão, com elementos sérios e sensualidade. Mas sei lá... é uma sensualidade tããão nada haver, que só atrai a criançadinha mesmo. E é claro que HOTD é só um exemplo.

      Excluir
  3. Muito boa a sua crítica, de verdade !
    Antes de free estrear, eu não tinha me interessado tanto, já que animes de esporte não me agradam(O que já estou mudando de opinião graças a alguns animes do genero q tentei ver). Só que depois q houve a primeira estreia, tenho q admitir que adorei o 1º episodios pelas sensualidade dos caras kkkk, tipo, assistir High school of the dead, e me senti incomodada em diversas partes, tanto que pulava sempre alguns segundos quando vinha esse. E como vc mesmo disse, a natação realmente precisa tirar a blusa, agora pra matar zumbis mostrar a bunda não é necessário mesmo '-'
    Finalmente tão dando uma chance pra nós mulheres nos animes, e esse espaço q todas gostam! O que acho q é um dos motivos que a maioria gosta de yaoi, além de ser fofo, apela para o genero ecchi focado para meninas.
    E outra, pelo jeito free não será so uma anime de mostra os biceps e pronto, a historia ta soando legal do carinha que brigou com o amigo, inveja e bla bla, é realmente cedo pra dizer se ele vai continuar assim. Mas estamos gostando, isso estamos!! u.u

    ResponderExcluir
  4. Cara, Tu disse (Digitou Nééh?) Tudo , é a assim mesmo... Otima sua Critica , e muito verdadeira por sinal..

    ResponderExcluir
  5. Não tenho o que dizer além de: Suas palavras me cativam e traduzem meu sentimentos.

    ResponderExcluir
  6. Fanservice para meninas sem ser yaoi... Eu TENHO que assistir Free!!!! *-*

    ResponderExcluir
  7. Ñ me atraio por fan service de todos os generos. Gosto de um bom enredo. E a posso começar dizendo que me interessei pela históri da qual discorre Free! No entanto, tbm afirmo que em certos pontos esta obra falha em alguns pontos na minha opinião(por favor leia mais que não estou querendo ser machista) . Pontos estes seria o fato de que por mais q haja sensualidade, não é esse o problema e sim a falta de consideração pelo pensamento masculino, ñ por tirarem a roupa do nada mas por seus cerebros(dos pers

    ResponderExcluir
  8. Deu bug...
    Continuando:o cerebros dos personagens são femininos. As vezes parece que ñ se incomodarem em dizer que um outro homem esta bonito ou ainda quando as reações de seus sentimento dá a entender que msm que gostem de mulher eles parecem dar entrada ou ver possibilidades homossexuais como ficar vermelho quando um outro macho lhe chama de bonito. São reações aversas a mente masculina. E até onde sei no pensamento feminino dos ecchi erra até atingir o NiFe da Terra. Mas por mais esforço(nem tanto) eu consigo ver algum futuro nesse amor por natação q nos personagens é o aspecto mais masculino, essa determinação pelo amor pelo q faz.
    Beijos para vcs e um abraço no seu coração!
    Assinado: Oshiro Matsui o Yonsei de PR

    ResponderExcluir

O Otome TeaTime agradece sua visita! Não se esqueça de deixar um comentário falando o que achou, nós respondemos os comentários sempre que possível.

Você pode usar as seguintes formatações sem os espaços:
< i > Texto < / i > - Itálico;
< b > Texto < / b > - Bold;
< a href="LINK"> Nome do link < / a > Links.

ありがとう! ♥