Resenha: Mangá Kingdom Hearts, vale a pena?

Depois de uma semana esperando ansiosamente, eu finalmente consegui comprar o mangá de Kingdom Hearts. A distribuição foi setorizada, então o mangá chegou na minha cidade mais ou menos uma semana após o seu lançamento nas capitais. ;3


Eu realmente gostei muito do resultado final do mangá. Achei que ficou bastante coerente em relação as outras edições em todo o mundo e bastante caprichado. Vamos aos pontos fortes x pontos fracos. ;3


 Pontos fortes:

 A capa segue o padrão da versão original. Vale destacar que o papel usado nela é de qualidade, acredito que seja couché com tratamento de brilho. Esse tratamento dá uma cara muito atrativa ao mangá e o torna agradável ao toque;


 Dentro, há um sumário. Não é grande coisa visto que vários mangás tem sumário, mas os mesmos se tornam inúteis, pois em sua grande maioria não há paginação nos mangás. No caso de Kingdom Hearts, há essa paginação, tornando o sumário mais do que só preenchimento de folhas e sim algo útil de verdade.


 É importante destacar também que ao abrir o mangá, logo após o sumário você encontra uma "introdução", contando um pouco mais do universo da Kingdom Hearts e como surgiu. Esse texto possui duas páginas;


 Depois da introdução tem mais um texto falando desse "Disney mangá". Explica um pouco do que é mangá, como surgiu e quais são suas características principais. De uma forma geral, ele é desnecessário, mas o texto torna-se importante por que ele explica o motivo pelo qual Kingdom Hearts saiu com esse sentido de leitura, mostrando o interesse da editora em informar seus consumidores a respeito de algo aparentemente bobo, mas que é levado em conta pelos fãs de mangá.

"... Neste ponto, muitos se perguntam por que Kingdom Hearts é paginado à moda ocidental. A resposta é simples. Um pouco por originalidade e extravagância (o leitor japonês acha curioso ler quadrinhos ocidentais, assim como nós achamos divertido lê-los à moda japonesa), um pouco por que usa personagens Disney. Por esse motivo, a edição brasileira, como a nipônica é paginada a moda ocidental. Mas as próximas séries que fazem parte da saga Kingdom Hearts terão o sentido de leitura oriental." 2013. Kingdom Hearts, Volume 1, página 5.





 Pontos fracos:

 A tradução de uma forma geral é boa. Porém, fiquei chateada com a tradução do nome do Cheshire Cat. Sim, é algo bobo. Mas sendo esse o nome do gato, me deixa um pouquinho desapontada. omnom ; - ;


 A qualidade do papel de dentro. É o mesmo papel usado nos mangás mais antigos como Inu Yasha, Shaman King, e as primeiras edições de Love Hina e Sakura Card Captors. Esse papel costuma amarelar com o tempo, portanto se deseja manter  a edição por um bom tempo, tenha cuidado.

 Preço vs. número de páginas + qualidade do papel. R$12 em relação aos R$14,50 do Love Hina. A capa do love Hina não é tão boa, porém tem papel de qualidade no seu miolo e cerca de 190 páginas, sendo que 4 são coloridas contra 133 de Kingdom Hearts. Não é um preço salgado. Mas KH podia ser mais barato ou ter mais qualidade.




Dito tudo isso, será que vale a pena comprar o mangá?
Eu acho que vale. De verdade. Kingdom Hearts vem sendo esperado a anos para ser lançado no Brasil. Sem contar que é possui uma história muito divertida e com personagens extremamente carismáticos. Por isso, esse mangá torna-se algo de extrema necessidade para fãs e para aqueles que ainda não conhecem esse clássico.
Embora eu tenha destacado alguns pontos negativos em relação ao mangá, ressalvo que para mim eles não se sobressaem aos positivos. A editora Abril parece ter realmente cuidado com carinho da edição deste mangá e esperamos que continuem se dedicando e trabalhando os pontos fracos na próxima edição.


P.S.: Eu estou devendo uma explicação pra vocês a respeito do ads que está trocando o bg do blog.
Enfim, para bancar o sorteio de aniversário do blog, que começa mês que vem, eu vou precisar juntar um dinheirinho, então estou usando esses ads para arrecadar dinheiro para o blog. Essa campanha especificamente troca o bg, por isso a aparência esquisita. Eu peço desculpas pelo transtorno e afirmo que em breve o blog estará com a carinha que vocês estão acostumados e com sorteios novos, CLARO! <33

Muitos beijos,

Gleice F.

A.K.A うさぎQUEEN. 24 anos, estudante de Gestão Empresarial. Fã de mahou shoujo, rap e jogos indies.

13 comentários:

  1. LOL, o blog tava com o fundo da propaganda do Tresemé lol rsrs
    Amei o post^^
    ;3 Kissus

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Tá mesmo. É parte da propaganda para arrecadar fundos para o sorteio. mahioaeho ;-;~

      Obrigado pelo comentário! <3

      Excluir
  2. Aah, eu estava em duvida mesmo se comprava ou não...Acabei vendo essa semana mesmo aqui na banca mas vi que era tão fino (em relação aos outros que compro) para o preço, e como eu não podia sentar lá e ler ele (-q) pra ver se valia a pena acabei não comprando.

    Enfim, adorei o post :*

    Yuume no Hana

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Sim, ele é fininho mesmo. Mas é por causa do papel que escolheram. XD
      Ele tem só algumas páginas a menos que Love Hina, só que Love Hina usa papel "off-set", acho. E por isso aparenta ter mais folha e tal. -q

      Obrigado pelo seu comentário. <3

      Excluir
  3. Usagi sempre com uma visão crítica impecável <3 Conseguiu me convencer, não tenho muito costume de comprar mangá porque simplesmente não aguento ver coisas incompletas na minha estante e meus mangás favoritos são difíceis de achar ou tem muitos volumes '^'

    Beijos :3

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Kingdom Hearts tem quatro volumes só. x3
      Eu não compro mangá faz um bom tempo. Acho que o último que andei comprando foi Futari H e acabou sendo cancelado pela JBC (AEAEAEAEAEAE -n). :3
      Obrigado. É a primeira vez que faço uma resenha de mangá e tentei ser o mais objetiva possível. As fotos eu tirei baseado no que o ChuNan costuma postar, mostrando todos os "lados" do mangá e tal, que bom que ficou legal. *-*

      Excluir
  4. uoooou gostei! acho que vou comprar! São quantos caps? bjs!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi! Vão ser 4 volumes custando R$ 12 cada. x3
      O volume 2 chega só mês que vem. n - n

      Excluir
  5. Fiquei interessada em ler, vou procurar aqui na minha cidade!!
    pqngarota.tk

    ResponderExcluir
  6. Cheshire Cat é um nome que soa bem, mas acredito que tenha sido traduzido para se manter o padrão adotado na tradução, sendo esse: Qualquer coisa relacionada específicamente ao jogo foi deixada em inglês, porém, nomes de personagens disney, foram todos traduzidos para tentar agradar a dois públicos alvo; Fãs do jogo e fãs da disney.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Sim, eu entendo. Como eu disse, é algo bobo. Mas nas histórias da Alice, não se traduz o nome do gato, isso por que o nome dele se refere a uma cidade inglesa de onde ele vem. Não é um nome em si. Não é algo que me incomode a ler. Mas como grande fã de Alice in Wonderland, eu fico um pouquinho bicuda sim. ahah ;3

      Muito obrigada pelo comentário, Joshua. :3

      Excluir
  7. É a primeira vez que comento *-*. Na verdade encontrei seu blog meio por acaso, mas achei muito interessante!

    Estava bem animada para comprar, mas sua resenha me ajudou a ter uma opinião melhor. Pelas fotos me pareceu formato ocidental, o que não me alegra muito em se tratando de mangá. Mas se por um milagre eu encontrar na minha cidade, talvez eu compre, já que são só 4 volumes.

    Bjks

    ResponderExcluir

O Otome TeaTime agradece sua visita! Não se esqueça de deixar um comentário falando o que achou, nós respondemos os comentários sempre que possível.

Você pode usar as seguintes formatações sem os espaços:
< i > Texto < / i > - Itálico;
< b > Texto < / b > - Bold;
< a href="LINK"> Nome do link < / a > Links.

ありがとう! ♥