Oh! My God!! Harajuku Girl

Já saiu o livro de Kyary Pamyu Pamyu!
O nome é "Oh! My God!! Harajuku Girl" e é uma auto-biografia dos 18 anos de Kyary.
Sim, ela só tem 18 anos. \(o _ o)#




Os fãs terão a oportunidade de conhecer mais a fundo a vida dessa japonesa que virou um viral no youtube. O livro conta a história dela desde o nascimento até sua ascensão à fama durante os anos do ensino médio. Além disso, há entrevistas com pessoas próximas a Kyary, como sua mãe, pai e melhores amigos.
Ela promete contar como sua vida mudou desde a primeira vez que fotografou em Harajuku e o mais importante de tudo, promete contar qual é o segredo por trás do seu nome meio incomum, "Pamyu Pamyu", mas pra descobrir isso, só lendo o livro mesmo.



Li e traduzi um pedaço do primeiro capítulo do livro. Acho que Kyary nunca foi alguém normal e chato, acho que tudo nela, é um pouco maluco e colorido.




"※ Minha família é minha espartana mãe e meu super gentil pai ※


Eu nasci em 29 de Janeiro de 1993 às 7:57 PM no Musashino Red Cross Hospital em Musashino, Tokyo. De acordo com minha mãe, ela ficou em trabalho de parto o dia inteiro e isso foi realmente difícil para ela. Eu pesava 2368 gramas. Eu acho que eu era um bebê realmente pequeno.


Em minha família, havia meu pai e minha mãe. Eu sou a filha única. MAS! no seu décimo ano de casamento, o bebê que eles estavam desejando finalmente nasceu. Por causa disso, minha mãe foi super super super rigorosa quando se tratou de disciplina. "Quão rigorosa ela foi?" você pergunta? Por três anos, enquanto eu estava no colégio ela decidiu que:


1. Meu toque de recolher era às 7hs.
2. Eu não tinha permissão de usar meu celular das 8hs da noite até às 7hs da manhãe seguinte!
3. Que eu poderia usar meu celular até 8hs e então tinha que colocá-lo para carregar na sala de estar!


O toque de recolher às 7hs, o celular até às 8hs, foi impossível pra mim ser uma JK (sigla para Josei Koukousei, que quer dizer garota estudante) normal! Ela tinha regras muito rígidas e eu mal fui capaz de lidar com a 2 e 3. Desde que ela pegou meu celular, mais cedo eu comecei a quebrar (as regras), eu fiz de tudo para não seguir as regras enquanto não fosse pega!


Mas por outro lado, meu pai sempre foi muito gentil e muito doce para mim. Acho que ele equilibrava as coisas. Mesmo quando minha mãe estava me incomodando sobre minhas roupas, meu pai basicamente ficava ao meu lado e dizia, "Para a idade dela, ela não tem um bom estilo?"
No entanto!
Quando eu briguei com minha mãe e, acidentalmente, disse algo como: "cale a boca, sua velha bruxa", não importa o quão silenciosamente eu tenha dito, ele iria me ouviria, e então as cores do rosto dele mudariam. Ele ficaria totalmente enfurecido, correndo e gritando, "O que eu acabei de ouvir sair da sua boca?" e quis me bater.


Ele fez isso duas vezes até agora. História verdadeira."


Encontre as outras partes do livro AQUI 

Gleice F.

A.K.A うさぎQUEEN. 24 anos, estudante de Gestão Empresarial. Fã de mahou shoujo, rap e jogos indies.

2 comentários:

  1. @LUANA BEATRIZ SOARES MENEZES

    Então, querida. Acreditamos que sim. Pois ainda não existe uma tradução oficial do livro. Mas talvez você encontre para vender a versão original do livro no ebay. :3

    ResponderExcluir

O Otome TeaTime agradece sua visita! Não se esqueça de deixar um comentário falando o que achou, nós respondemos os comentários sempre que possível.

Você pode usar as seguintes formatações sem os espaços:
< i > Texto < / i > - Itálico;
< b > Texto < / b > - Bold;
< a href="LINK"> Nome do link < / a > Links.

ありがとう! ♥